Bolsa Matérias-primas dão subida a Wall Street

Matérias-primas dão subida a Wall Street

As bolsas do outro lado do Atlântico encerraram em alta, animadas pelo bom desempenho dos títulos ligados às "commodities", sobretudo devido ao petróleo - que sobe mais de 9% em Nova Iorque. A excepção foi o Nasdaq, penalizado pela queda das tecnológicas.
Matérias-primas dão subida a Wall Street
Negócios 03 de fevereiro de 2016 às 22:04

O Dow Jones fechou a sessão desta quarta-feira a somar 1,13% para 16.336,66 pontos, e o Standard & Poor’s 500 avançou 0,50% para 1.912,60 pontos.

 

O índice tecnológico Nasdaq Composite, em contrapartida, desvalorizou 0,28%, para se fixar nos 4.504,23 pontos.

 

Os principais índices bolsistas dos EUA chegaram a estar todos a negociar no vermelho, muito à conta da má performance dos títulos da banca e das tecnologias. No entanto, a forte subida do petróleo – impulsionado pela desvalorização do dólar – sustentou as acções ligadas às matérias-primas, cujo bom desempenho foi suficiente para ofuscar as restantes perdas.

 

O West Texas Intermediate, crude negociado em Nova Iorque, segue a disparar 9,20% para 32,63 dólares por barril, e o Brent do Mar do Norte – que serve de referência às importações europeias e é transaccionado no mercado londrino) escala 8,10% para 35,37 dólares.

 

Só o Nasdaq é que não conseguiu alcançar terreno positivo, uma vez que os títulos das tecnologias tiveram uma má jornada – isto depois de ontem a Yahoo ter reportado prejuízos em 2015 e ter anunciado novos cortes na força de trabalho.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI