Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 desce pela primeira vez em cinco sessões com BCP e Galp a cederem mais de 2%

Sem o farol de Wall Street, as bolsas europeias perderam terreno a aliviar dos ganhos recentes que levaram os índices para máximos de oito meses.

A ORES Portugal, detida pela Sonae Sierra e pelo Bankinter, tornou-se a primeira    SIGI a cotar em bolsa.
Pedro Catarino
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 26 de Novembro de 2020 às 16:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O PSI-20 fechou a cair 0,46% para 4.607,25 pontos, com oito cotadas em alta e nove em queda. O índice português marcou a primeira queda em cinco sessões e seguiu o desempenho das restantes praças europeias, recuando dos máximos do início de junho que atingiu na véspera.


Nas bolsas europeias o dia também foi de correção, com os índices a aliviarem de máximos de oito meses numa sessão em que os investidores voltaram a afastar-se dos ativos de maior risco.

A sessão desta quinta-feira foi marcada por menor liquidez com a ausência de muitos traders do mercado, devido à comemoração do feriado do Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos, que vai manter Wall Street encerrada.

Em Lisboa a sessão foi marcada pela correção dos títulos que mais terreno ganharam nas últimas sessões. É o caso do Banco Comercial Português, que desvalorizou 2,94% para 11,88 cêntimos. E também a Galp Energia, que desvalorizou 2,24% para 9,50 euros numa sessão em que as cotações do petróleo corrigem perto de 2% em Londres e Nova Iorque.


Ainda a pressionar o PSI-20 estiveram as ações dos CTT (1,99% para 2,46 euros), depois de a Blomberg ter avançado que o Berenberg recomendou aos clientes a venda de ações da empresa dos correios.  


A EDP Renováveis caiu 1,14% para 17,30 euros e a EDP esteve a limitar a queda do PSI-20, com uma subida de 0,53% para 4,53 euros.

A Navigator destacou-se com um ganho de 2,21% para 2,492 euros depois de ter anunciado que o dividendo extraordinário já aprovado em assembleia geral será pago aos acionistas a partir de 10 de dezembro.

As maiores subidas do PSI-20 foram contudo protagonizadas por outras duas cotadas de menor dimensão. A Pharol disparou 10,99% para 0,1232 euros e a Ibersol somou 8,39% para 5,04 euros.

Ver comentários
Outras Notícias