Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Morgan Stanley recomenda vender Tesla após ações duplicarem em três meses

A revisão em baixa do Morgan Stanley chega numa altura em que a forte subida das ações deixou o preço-alvo médio dos analistas muito abaixo da cotação atual.

Bloomberg 16 de Janeiro de 2020 às 16:39
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Pela primeira vez em mais de sete anos, o Morgan Stanley recomenda vender ações da Tesla.

 

O otimismo em relação ao crescimento do principal negócio da fabricante de carros elétricos na China já está refletido no preço das ações, segundo o relatório da equipa de analistas liderada por Adam Jonas. O Morgan Stanley também reduziu a avaliação da unidade de mobilidade da empresa, citando um ambiente jurídico e regulatório adverso para a implantação de uma rede de robotáxis.

 

O preço das ações da Tesla mais do que duplicou desde o início de outubro, impulsionado por um surpreendente lucro no terceiro trimestre, entregas fortes e a rápida construção de uma fábrica na China. A revisão em baixa do Morgan Stanley chega numa altura em que a forte subida das ações deixou o preço-alvo médio dos analistas muito abaixo da cotação atual.

 


"O momentum e confiança de curto prazo sobre as ações são, de facto, muito fortes, mas agora questionamos a sustentabilidade" desta tendência, disse o Morgan Stanley. Embora os analistas tenham elevado o preço-alvo de 250 dólares para 360 dólares, o valor ainda implica uma queda de 30% em relação ao preço de fecho de quarta-feira.

 

O Morgan Stanley tinha uma recomendação de "underweight" para a Tesla em setembro de 2012, de acordo com dados compilados pela Bloomberg. As ações subiram cerca de 1.600% desde então.

 

O banco está longe de ser o único pessimista em relação à Tesla - há outros 15 com recomendação de vender para a ação entre os pesquisados pela Bloomberg, com 10 recomendações de compra e 10 de manter. A empresa ultrapassou a Apple como a ação com mais posições vendedoras ("short") nos EUA na quarta-feira.

 

Embora a Tesla mereça estar entre as empresas automóveis mais valiosas do mundo, etndo em conta a sua liderança nos veículos elétricos, "os investidores terão oportunidades mais atrativas para comprar as ações no futuro", acrescentou o Morgan Stanley.

Ver comentários
Saber mais Morgan Stanley Tesla China Bloomberg
Mais lidas
Outras Notícias