Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bitcoin derrapa 18% com Yellen a fazer soar alarmes

A bitcoin - assim como outras criptomoedas - está a desvalorizar acentuadamente depois de a secretária do Tesouro norte-americana ter enumerado alguns riscos.

Há cada vez mais empresas em Portugal a aceitarem pagamentos em bitcoins.
Dado Ruvic/Reuters
Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 23 de Fevereiro de 2021 às 11:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • 12
  • ...

A bitcoin voltou a ter uma queda acentuada esta terça-feira, depois de a secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, ter deixado alguns alertas acerca da criptomoeda.

A moeda digital mais valiosa do mundo afundou 14,70%, descendo abaixo dos 50.000 dólares e tocando mesmo os 45.056 dólares na sequência de uma queda de 17,99%, de acordo com a Bloomberg. Esta queda segue-se à de mais de 4% verificada no dia anterior, e levou a moeda a recuar a níveis de 11 de fevereiro.
A tendência negativa contagiou outras moedas como a ether e a XRP, que caíram, respetivamente, 15% para os 1.497 dólares e 21% para os 45 cêntimos.

Yellen referiu-se à bitcoin como "uma maneira extremamente ineficiente de conduzir transações" e alertou ainda para o possível uso desta moeda em atividades ilegais. O impacto da bitcoin no ambiente também foi referido. A subida a pique da criptomoeda relembrou o nível elevado de eletricidade que é necessário para a produzir.

Ver comentários
Saber mais Tesouro Janet Yellen economia negócios e finanças macroeconomia bitcoin criptomoedas mercados
Outras Notícias