Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Estudos sobre o dólar digital ganham força nos EUA com iniciativas privadas

Em todo o mundo se tem abordado a temática das moedas digitais emitidas pelos bancos centrais. A China parece liderar esta corrida, mas os EUA querem encurtar distância.

Reuters
Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 04 de Maio de 2021 às 12:26
  • Partilhar artigo
  • ...
Depois da China, Suécia ou União Europeia (UE), agora é a vez dos Estados Unidos de forçarem a análise sobre um possível dólar digital, apenas no próximo ano, com um estudo privado - e não sob alçada do Governo - sobre a possibilidade de a Reserva Federal emitir a moeda. 

O grupo de trabalho, que é liderado por antigos altos cargos dos reguladores norte-americanos e alguns executivos da empresa de consultoria Accenture, anunciou a sua intenção de lançar cinco projetos-piloto para avaliar diferentes aspetos, problemas e benefícios de um dólar digital.

A Digital Dollar Foundation foi formada no ano passado pela Accenture, pelo ex-presidente da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities dos EUA (CFTC), J. Christopher Giancarlo, pelo ex-diretor do LabCFTC Daniel Gorfine e pelo investidor Charles Giancarlo.

David Treat, diretor geral da Accenture e também um dos diretores do projeto, disse que este estudo era separado daquele que a Fed já está a realizar, mas que ambas as partes têm estado em contacto para agilizar o processo. 

O presidente da Reserva Federal dos EUA, Jerome Powell, já tinha dito que o banco central está ativamente a explorar o lançamento de um dólar totalmente digital e só avançará com a adoção dessa moeda se tiver o apoio dos líderes do país. Para adotar um dólar totalmente digital "precisaríamos do apoio do Congresso, da administração, de elementos abrangentes do público", disse Powell.

Acima de tudo, "não avançaríamos com isto sem o apoio do Congresso e penso que isso viria idealmente na forma de uma lei que o autorizasse, em vez de tentarmos interpretar a nossa lei para o conseguir", disse o presidente do banco central.

Powell fez estes comentários no âmbito de um evento virtual organizado pelo Bank for International Settlements sobre a inovação digital dos bancos centrais. Além de Powell, o evento contou com a participação de Jens Weidmann, líder do Deutsche Bundesbank e membro do conselho de governadores do Banco Central Europeu, e Agustín Carstens, diretor geral do BIS.

Ver comentários
Saber mais Reserva Federal Estados Unidos EUA China Accenture Suécia União Europeia Governo
Outras Notícias