Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta terça-feira os mercados poderão estar a reagir a uma nova ameaça comercial proveniente dos Estados Unidos, depois de ontem o presidente norte-americano ter apontado armas a um novo alvo: o vinho francês.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Carla Pedro 11 de junho de 2019 às 07:30
Vinho francês pode ser o próximo produto taxado por Trump

As bolsas europeias e norte-americanas negociaram em alta no arranque da semana e a contribuir para o otimismo dos investidores esteve o acordo alcançado entre os Estados Unidos e o México, apesar de se manter o impasse na frente comercial entre Washington e Pequim. O Presidente dos EUAs, Donald Trump, anunciou no sábado um acordo com o México e suspendeu as taxas alfandegárias que entrariam em vigor na segunda-feira, 10 de junho, após chegar a entendimento com o país vizinho relativamente ao fluxo migratório.

 

Os dois países assinaram uma declaração conjunta, onde o México garantiu que vai tomar "medidas sem precedentes" para conter o fluxo de migrantes centro-americanos que chegam aos Estados Unidos. No entanto, a ameaça não está completamente dissipada, pois Trump ameaçou avançar com as tarifas se o pacto migratório não passar no Parlamento mexicano

 

Entretanto, ontem Trump apontou as armas a um novo alvo. Desta vez, o presidente norte-americano atirou aos franceses, que diz não tratarem os norte-americanos de forma justa no que toca à comercialização de vinho entre os dois países. Os Estados Unidos poderão, por isso, estar prestes a impor tarifas alfandegárias sobre o vinho importado a França.

 

Sentimento dos investidores na Zona Euro centra atenções

Será conhecido esta terça-feira o indicador que mede o sentimento de confiança dos investidores na Europa.

 

Os dados deste índice surgem num momento marcado pelo impasse em torno do Brexit e numa altura em que a Comissão Europeia propôs a abertura de um procedimento por défices excessivos a Itália.

 

Crédito para a compra de casa em destaque

O Banco de Portugal divulga a evolução do novo crédito concedido pelas instituições financeiras nacionais às famílias e às empresas. No primeiro trimestre do ano, os bancos concederam 2.351 milhões de euros em financiamento para a compra de casa, com a concessão de crédito à habitação a renovar máximos de 2010. Ainda assim, o ritmo de crescimento das novas operações está a abrandar. 

 

Ainda por cá, destaque também para o Instituto Nacional de Estatística (INE), que reporta esta terça-feira os dados de abril dos índices de volume de negócios, emprego, remunerações e horas trabalhadas, tanto nos serviços como na construção e obras públicas.

 

Política monetária do BCE em foco

Silvana Tenreyo, membro do comité de política monetária do Banco Central Europeu, fala hoje em Lisboa. Já Olli Rehn, membro do Conselho do BCE, estará num evento em Helsínquia, ao passo que o seu colega Klaas Knot será orador em Amesterdão.

 

Por seu lado, os membros do Conselho de Governadores Ewald Nowotny e Yannis Stournaras discursam em Viena e Atenas, respetivamente.

 

Desemprego no radar do Reino Unido

Hoje teremos os dados da taxa de desemprego no Reino Unido em abril, incluindo números sobre os salários médios.

 

Fora da Europa, destaque para os preços no produtor em maio nos Estados Unidos, bem como para a produção industrial no México e África do Sul.




Marketing Automation certified by E-GOI