Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta sexta-feira a Pharol irá reportar as suas contas, depois do fecho da bolsa. Teremos também os resultados do Novo Banco pelas 16h30. Já a Farfetch e a Merlin estarão a reagir aos números entretanto apresentados.

Negócios jng@negocios.pt 28 de Fevereiro de 2020 às 07:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
Pharol e Novo Banco reportam contas e Farfetch e Merlin reagem aos números

Esta sexta-feira, por cá, serão anunciados os resultados de 2019 da Pharol e do Novo Banco. O NB confessa-se ao mercado pelas 16h30 e a Pharol também fará o mesmo depois de a praça lisboeta ter encerrado.

 

Já a Farfetch e a Merlin Properties irão estar a reagir às contas já reportadas – a empresa britânica de moda de luxo liderada pelo português José Neves divulgou os seus números depois do fecho das bolsas norte-americanas, e a imobiliária espanhola apresentou os resultados à primeira hora de sexta-feira em Madrid (mais uma hora que em Lisboa).

 

Capital Group reduz posição na REN para 1,92%

O Capital Group Companies (CGC) reduziu a posição na REN de 4,75% para 1,92%, deixando de deter uma participação qualificada na cotada do PSI-20, informou naquinta-feira a empresa liderada por Rodrigo Costa.

Após a alienação, que se realizou na passada terça-feira, 25 de fevereiro, a CGC passa a deter 12.852.308 ações representativas de 1,9263% do capital da REN.

 

Wall Street em mínimos de quatro meses após maior queda desde 2011

As bolsas do outro lado do Atlântico continuam a afundar e estão a caminho da pior semana desde a crise financeira.

 

Tanto o Dow como o S&P 500 caíram ontem mais de 10% desde os últimos máximos, o que significa que já entraram em território de correção. No caso do Standard & Poor’s, registou a maior queda diária desde agosto de 2011. O urso espreita, com receio do coronavírus.

 

INE divulga contas nacionais do quarto trimestre

O Instituto Nacional de Estatística divulga no final da semana as contas nacionais trimestrais, relativas aos últimos três meses do ano, dando a conhecer os últimos valores de indicadores como o PIB ou o défice orçamental. Ainda hoje sai também a estimativa rápida do índice de preços no consumidor, em fevereiro.  

 

No resto da Europa, destaque ainda para o desemprego na Alemanha, para a inflação também na Alemanha, França e Itália, bem como para a confiança dos consumidores britânicos.

 

Nos EUA, o consumo, principal motor do crescimento da economia norte-americana, deverá ter registado um crescimento em janeiro. Segundo as previsões da Bloomberg, os economistas estão a apontar para uma subida do indicador de 0,3%.

 

Fitch pode pronunciar-se sobre a Irlanda

A agência de notação financeira Fitch poderá mexer esta sexta-feira no rating da dívida de longo prazo da Irlanda, Noruega e Suíça, podendo a Moody’s ter também uma palavra a dizer sobre a classificação da dívida de de longo prazo do MEE e do FEEF. Já a S&P poderá avaliar a notação e perspetiva da Dinamarca e Estónia.

 

Os relatórios sobre os "ratings" e perspectivas para as dívidas soberanas podem não ser publicados, uma vez que o calendário de eventuais revisões das notações soberanas é apenas indicativo.

 

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias