Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta quarta-feira o destaque vai para os números da inflação na Zona Euro em outubro.

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Inflação de outubro na Zona Euro e Reino Unido em foco

O Eurostat divulga a leitura final dos preços ao consumidor na Zona Euro em outubro, depois de na primeira indicação os ter situado em valores negativos de 0,3%. Os preços na Zona Euro continuam a ser um desafio, já que se mantêm longe da meta fixada pelo mandato do BCE de os colocar próximo dos 2%. Também o Reino Unido irá apresentar hoje os dados da inflação de outubro.

Santander rejeita fusões na banca

O Banco Santander não tem qualquer interesse, neste momento, nas tradicionais fusões e aquisições da banca, declarou ontem a presidente do conselho de administração do banco espanhol, Ana Botín, num painel do Fórum Nova Eeconomia da Bloomberg. A chairman do Santander descartou assim o interesse da entidade que lidera em acompanhar a onda de fusões e aquisições que se vive em Espanha. Ana Botín está mais interessada nas tecnologias. Ainda ontem o banco espanhol anunciou ter chegado a acordo com o administrador de insolvência da Wirecard para comprar os ativos tecnológicos ‘core’ da empresa germânica na Europa. E tem planos para proceder a uma fusão do Openbank – banco digital do Santander – com a sua unidade de crédito ao consumidor e juntar as suas plataformas de pagamento para criar uma única unidade capaz de competir com gigantes do mundo digital.

China lança contrato de futuros sobre cobre aberto a operadores estrangeiros

A China vai lançar amanhã, na Bolsa Internacional de Energia de Xangai (Shanghai International Energy Exchange), um novo contrato de futuros sobre o cobre que estará aberto a operadores estrangeiros, uma iniciativa que visa impulsionar a adoção do yuan e retirar algum poder de fixação de preço aos contratos de referência deste metal industrial, negociados em Londres. A dimensão do contrato será o mesmo que o pretendido para os operadores locais, mas excluirá impostos e taxas alfandegárias e será entregue em depósitos alfandegados, ajudando a competir ativamente com a Bolsa Londrina de Metais, refere o website Mineral Prices. A inclusão do cobre, o metal de base mais negociado em bolsa em todo o mundo, a um crescente leque de contratos internacionais de futuros sobre commodities irá aumentar a atratividade da China junto da comunidade global de operadores, consideram analistas citados pela Reuters, ainda que os limites na conversão do yuan continuem a ser uma barreira a uma adoção mais vasta da moeda chinesa.

Bitcoin ultrapassa fasquia dos 17.000 euros

A moeda virtual bitcoin tem visto uma trajetória marcadamente ascendente desde o início do ano, e conseguiu ontem voltar a ultrapassar os 17.000 dólares, algo que não acontecia desde o final de 2017. A bitcoin disparou 6,15% para os 17.732,67 dólares, atingindo um máximo de 20 de dezembro de 2017. Nesse ano, dois dias antes, a moeda virtual havia tocado naquele que foi o seu máximo de sempre, os 19.511 dólares. Desde janeiro até ao momento, a subida da moeda já vai quase nos 150%. Esta ascensão pode estar relacionada com o interesse da parte de investidores reconhecidos, como é o caso de Paul Tudor Jones e Stanley Druckenmiller.

Como estão os stocks norte-americanos de crude?

A Administração de Informação em Energia (IEA, na sigla original, que está sob a tutela do Departamento norte-americano da Energia) divulga hoje os níveis dos inventários de crude dos EUA, bem como os stocks de destilados e gasolina. A evolução das reservas norte-americanas é seguida sempre com muita atenção e é um dado que mexe com os preços desta matéria-prima.

Ver comentários
Outras Notícias