Mercados BBVA foi o banco com mais reclamações em 2015

BBVA foi o banco com mais reclamações em 2015

O espanhol BBVA liderou as reclamações nas contas de depósito e também no crédito à habitação, num ano em que as instituições estrangeiras voltaram a destacar-se no topo das queixas dos clientes bancários.
BBVA foi o banco com mais reclamações em 2015
Patrícia Abreu 17 de maio de 2016 às 16:45

O BBVA foi a instituição financeira que recebeu o maior número de reclamações por parte dos clientes bancários em Portugal no último ano. O banco espanhol foi o mais reclamado quer nas contas de depósito, quer no crédito à habitação. Já no consumo, as financeiras do sector automóvel continuam a ser alvo de mais queixas.

Tal como já tinha acontecido no final do primeiro semestre, o BBVA voltou a ser o banco mais reclamado nas contas de depósito – a categoria com mais reclamações – , surgindo ainda no pódio das queixas dos clientes de crédito hipotecário, segundo o Relatório de Supervisão Comportamental, divulgado pelo Banco de Portugal esta terça-feira, 17 de Maio. No crédito ao consumo, o Montepio Crédito foi, em 2015, a instituição que originou mais queixas junto dos clientes bancários.

Em termos globais, as reclamações dos clientes bancários voltaram a cair em 2015. Ainda assim, as queixas ficaram acima das 13 mil, com as contas de depósitos a liderarem enquanto matéria mais reclamada. Dispararam mesmo 12,5% face ao ano anterior, tudo graças às comissões cobradas pelos bancos.

BBVA volta a liderar queixas nos depósitos


O banco espanhol foi a instituição financeira a actuar em Portugal que recebeu o maior número de queixas em relação às contas de depósito. O BBVA registou um rácio de 1,51 reclamações por cada 1.000 contas de depósito à ordem.

Seguiram-se o Banco do Brasil e o Barclays na lista dos mais reclamados nos depósitos. A sucursal em Portugal do banco carioca – uma novidade no topo das reclamações – recebeu 0,70 queixas por cada mil contas, enquanto o britânico Barclays, que entretanto vendeu a sua operação ao Bankinter, foi alvo de 0,65 reclamações entre Janeiro e Dezembro.

Financeiras à frente no crédito ao consumo


O Montepio Crédito, que já surgia à frente das reclamações no crédito ao consumo no final do primeiro semestre de 2015, confirmou a tendência e fechou o ano como a instituição com mais queixas no crédito ao consumo. A financeira do grupo Montepio recebeu 1,89 queixas por cada mil contratos de crédito aos consumidores em 2015.

Na lista das instituições com mais reclamações no crédito ao consumo seguiram-se duas financeiras do sector automóvel. A RCI Banque, da Renault, foi a segunda mais reclamada, com um rácio de 1,88 queixas por cada mil contratos, enquanto a FCE Bank, da Ford, teve 1,83 reclamações por 1.000 contratos.

Estes valores estão significativamente acima da média das reclamações registadas nesta categoria. Foram feitas, em média, 0,34 reclamações por cada 1.000 contratos de crédito ao consumo no último ano.

BBVA no pódio das queixas no crédito à habitação


O BBVA foi ainda a instituição com mais reclamações no crédito à habitação. Recebeu, no último ano, 2,22 reclamações por cada 1.000 contratos de crédito, segundo o relatório do Banco de Portugal.

Os também estrangeiros Barclays e o Deutsche Bank foram os segundo e terceiro mais reclamados, com 2,06 e 1,66 queixas por cada 1.000 contratos de crédito à habitação.

Já os bancos portugueses surgem com um número de reclamações inferior à média de 0,72 queixas por cada mil contratos. Instituições como a CGD, o BCP e o BPI tiveram em 2015 menos de 0,60 reclamações.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI