Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Certificados dão o triplo do que Medina esperava

O Ministério das Finanças esperava um saldo líquido de certificados de aforro e Tesouro de 1.352 milhões de euros em 2022. O ano fechou com mais 4.551 milhões de euros nestes produtos, graças ao forte apetite que a Euribor gerou por certificados de aforro.

No Orçamento do Estado, o Ministério das Finanças, liderado por Fernando Medina, inscreveu que esperava captar 1,3 mil milhões de euros de poupanças das famílias. Pedro Catarino
  • Partilhar artigo
  • 8
  • ...
As famílias em Portugal reforçaram como nunca a aposta nos produtos de aforro do Estado, com a atratividade das remunerações dos certificados de aforro a fazer disparar as subscrições. Entre entradas e saídas de dinheiro, o saldo líquido de todos os certificados fixou-se em 4,5 mil milhões de euros, o triplo do esperado pelo Ministério das Finanças.

No mês em que receberam o subsídio de Natal, as ...
Ver comentários
Saber mais Medina Banco de Portugal Tesouro Pedro Brinca Filipe Grilo Governo mercado de dívida certificados
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio