Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fintech Vivid chega a Portugal com opção de comprar ações e cripto com 1 cêntimo

A aplicação rival de outras como a eToro ou a Robinhood começa hoje a operar em Portugal, com a possibilidade de comprar ações fracionadas de empresas ou partes pequenas de criptomoedas.

Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 22 de Julho de 2021 às 13:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A Vivid, uma plataforma financeira que permite investir em ações e criptomoedas sem comissões associadas, à imagem de rivais como a eToro ou a Robinhood, passa a estar disponível também em Portugal a partir desta quinta-feira, dia 22 de julho, permitindo aos utilizadores investirem em ações ou criptomoedas com 1 cêntimo, de forma a permitir a compra fracionada dos ativos.

Como diz a empresa em comunicado, o lançamento em Portugal inclui a "Vivid Investment", a qual compreende investimentos livres de comissões em ações norte-americanas e europeias e investimentos em criptomoedas através de instrumentos financeiros, à imagem do que acontece com outras empresas como a Revolut.

Para além destas opções, a Vivid lança um programa educacional gratuito intitulado "Vivid Classes: in-app financial education", com um conjunto único de artigos destinados a ajudar os utilizadores a navegar, aprender e a tomar decisões informadas face às suas necessidades financeiras.

"A nossa chegada a Portugal tem como objetivo ajudar os clientes portugueses a fazer crescer o seu dinheiro, disponibilizando as ferramentas certas para investir numa ampla oferta de produtos de investimento. Somos a primeira plataforma financeira a oferecer tutoriais gratuitos em português, para que os nossos utilizadores possam tomar escolhas informadas", explica Alexander Emeshev, co-fundador da Vivid (na foto).

"A Vivid dispõe de inúmeras formas para prosperar sem ter de abrir contas separadas em diferentes entidades para cada serviço. Desta forma, é possível começar facilmente pelo investimento em ações e ganhar controle sobre as suas vidas financeiras", adianta.

Após o comunicado da Série B, liderada pela Greenoaks em conjunto com o já investidor Ribbit Capital, a plataforma está agora avaliada em 360 milhões de euros, como resultado do investimento de 60 milhões de euros dedicado à expansão e desenvolvimento de produtos.

Em oito meses, a Vivid superou igualmente a meta dos 100,000 clientes na Alemanha, França, Espanha e Itália, onde já opera.
Ver comentários
Saber mais Fintech Vivid Portugal Robinhood economia negócios e finanças questões sociais pornografia Informação sobre empresas grandes empresas
Outras Notícias