Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Investidores recuperam apetite e Ibersol dispara quase 30% no desconfinamento

A dona das marcas Pizza Hut, Burguer King e KFC está a recuperar do mergulho de quase 60% que deu em bolsa, entre janeiro e maio.

Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 21 de Maio de 2020 às 14:58
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A Ibersol, dona de marcas de restauração como a Pizza Hut, Burguer King e KFC, já disparou mais de 29% durante a sessão desta quinta-feira, 21 de maio, numa semana que fica marcada pelo desconfinamento e pela reabertura de estabelecimentos comerciais pós-pandemia.

 

A cotada segue a ganhar 24,58% para os 5,98 euros em bolsa, depois de já ter disparado 29,17% para os 6,20 euros, elevando-se a um máximo de 13 de março, o período imediatamente antes de a pandemia de covid-19 ter ditado o isolamento social e o fecho de vários estabelecimentos ao público.

 

"A Ibersol começou a valorizar no dia 18 de maio, quando os restaurantes e cafés puderam reabrir ao público. Sendo uma ação pouco líquida, a Ibersol reagiu tardiamente, dado que o anúncio oficial da reabertura ocorreu a 30 de abril", comenta Steven Santos, analista do Banco BiG.

Já Paulo Rosa, economista sénior do Banco Carregosa, completa avançando que "a baixa liquidez amplifica muitas vezes os movimentos dos títulos".

 

O analista do BiG acrescenta que "os investidores poderão estar a antecipar um regresso em força ao consumo quando os centros comerciais reabrirem a 1 de Junho, visto que uma parte expressiva das marcas geridas pela Ibersol se localiza em centros comerciais". A sustentar esta previsão está o "revenge spending" que se registou na China no período pós-confinamento, aponta Steven Santos.

Paulo Rosa realça ainda que "as cadeias de alimentação da Ibersol, desde o Burger King à Pizza Hut passando pelo KFC e pelo "o Kilo", são uma alternativa", uma vez que as refeições rápidas se enquadram na necessidade de distanciamento social, fazendo desta forma parte de um sub-sector na restauração "menos castigado pela pandemia".
 

O saldo do ano, até ao momento, é ainda assim negativo, em 25%. Do pico atingido em janeiro aos mínimos de maio, contou-se um mergulho de quase 60%. Há apenas algumas semanas, no último dia 11 de maio, a cotada recuou a um mínimo de mais de cinco anos. Dias antes, a empresa anunciou que decidiu não remunerar os acionistas com pagamento de dividendos devido à "deterioração da exploração" da atividade da empresa.

 

Nesta altura, a companhia tinha já 166 restaurantes próprios em funcionamento, sendo 137 em Portugal e 20 em Espanha. Contudo, mais de metade continuavam encerrados.

 

No final do ano passado, a Ibersol operava 354 unidades próprias em Portugal, 183 em Espanha e 10 em Angola, a que se somava 112 franquiadas, totalizando cerca de 11,3 mil trabalhadores.

Ver comentários
Saber mais Ibersol Pizza Hut Burguer King KFC Portugal Steven Santos Espanha economia negócios e finanças bens de consumo indústria transformadora economia (geral) Informação sobre empresas alimentação
Mais lidas
Outras Notícias