Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Citadel aponta lucro recorde de 16 mil milhões de dólares em 2022

Nunca um fundo de investimento em dólares lucrou tanto. A instituição que tem 54 mil milhões sob gestão atingiu um retorno superior a 38%.

Kenneth Griffin, Citadel. O fundador da gestora Citadel está no topo da lista dos gestores de “hedge funds” mais bem pagos. Griffin, que criou o seu primeiro veículo de investimento quando ainda estudava em Harvard, levou para casa 1,7 mil milhões de dólares.
Lucy Nicholson
Diogo Mendo Fernandes diogofernandes@negocios.pt 23 de Janeiro de 2023 às 11:27
A instituição financeira norte-americana Citadel assinalou lucros de 16 mil milhões de dólares em 2022, o maior ganho em dólares por um fundo de investimento de sempre e um marco que assinala esta empresa com uma das mais lucrativas de sempre.

A companhia liderada por Ken Griffin gere 54 mil milhões de dólares em ativos, conseguiu ter 38,1% de retorno no principal fundo e fortes ganhos noutros produtos. Os valores são de uma análise feita pela LCH Investments e vista pelo Financial Times.

O lucro atingido em 2022, que se deveu a investimentos em várias classes de ativos como obrigações e ações, ultrapassa os 15,6 mil milhões atingidos por John Paulson em 2007 através e uma aposta contra hipotecas "subprime".

Entre os ativos que contribuíram para estes ganhos esteve a venda generalizada de dívida soberana que se provou um ativo de grande atratividade para gestores de fundos, gerando inclusive os maiores ganhos desde a crise financeira global.

Os ganhos do ano passado levaram a Citadel a ultrapassar a Bridgewater, liderada por Ray Dalio, que durante sete anos foi o fundo a registar os maiores retornos.

Os lucros recorde acontecem num ano turbulento para os mercados financeiros. Muitos fundos foram penalizados pela queda das tecnológicas, à medida que as taxas de juro foram subindo para combater a inflação. Uma das maiores quedas foi registada pela Tiger Global, de Chase Coleman, que foi há dois anos um dos maiores vencedores com a subida das ações de tecnológicas e registou no ano passado uma queda de 56%.

A queda de 18 mil milhões de dólares é, de acordo com a LCH, a maior da história dos fundos de investimento. No geral, os 20 maiores ganhos dos "hedge funds" atingiram 22,4 mil milhões de dólares no ano passado, mas a queda acumulada aponta para perdas de 208 mil milhões de euros.
Ver comentários
Saber mais Citadel economia negócios e finanças serviços financeiros banca mercado e câmbios bolsa
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio