Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

A sua semana dia-a-dia: Centeno toma posse, taxas de juro e resultados

A semana vai arrancar com a tomada de posse de Mário Centeno como governador do Banco de Portugal. Em foco estarão ainda os juros no crédito da casa e os resultados da Nos e da Pharol.

Rita Atalaia ritaatalaia@negocios.pt 19 de Julho de 2020 às 18:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Segunda-feira Centeno toma posse como governador do BdP

Mário Centeno toma posse como governador do Banco de Portugal, esta segunda-feira, substituindo Carlos Costa após um mandato de uma década. O nome do ex-ministro das Finanças - que abandonou o cargo a 9 de junho e passou a pasta a João Leão - foi aprovado em Conselho de Ministros, na semana passada. Isto depois de o relatório da audição ao antigo ministro e presidente do Eurogrupo, ter recebido "luz verde" na Comissão de Economia e Finanças, com os votos contra do CDS-PP, Bloco de Esquerda, Iniciativa Liberal, PAN e do deputado do PSD Álvaro Almeida. O PS votou a favor, enquanto PSD e PCP abstiveram-se.

Segunda-feira Como estão as taxas no crédito da casa?

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga esta segunda-feira os dados sobre as taxas de juro implícitas no crédito à habitação para junho. Em maio, as taxas de juro implícitas do crédito da casa desceram para os 0,903%, ficando 4,4 percentuais abaixo do mês anterior. Uma evolução que, segundo o INE, pode ser explicada pelas moratórias no crédito adotadas pelo Governo para apoiar as famílias e empresas mais penalizadas pela pandemia. Esta solução - prolongada até 31 de março de 2021 - permite adiar o pagamento total ou parcial das prestações junto dos bancos.

Terça-feira Endividamento em foco

O endividamento do setor não financeiro, para o mês de maio, vai estar em foco na terça-feira. Os dados do Banco de Portugal, referentes a abril, mostraram que o endividamento do setor não financeiro aumentou para 736,3 mil milhões de euros, o que correspondeu a um aumento de 11,3 mil milhões de euros face a março. Do endividamento de 736,3 mil milhões de euros do setor do não financeiro (setor público e privado, excluindo empresas financeiras, como bancos) em abril, 330,4 mil milhões de euros eram referentes ao setor público e 405,9 mil milhões de euros ao setor privado. O regulador vai ainda divulgar dados sobre o financiamento das administrações públicas.

Quarta-feira Nos apresenta resultados

A Nos vai apresentar resultados para o segundo trimestre de 2020. Nos primeiros seis meses do ano passado, a empresa liderada por Miguel Almeida aumentou os lucros em 13% para 90,2 milhões de euros. As receitas da telecom cresceram à boleia, sobretudo, dos resultados positivos obtidos na área de telecomunicações e de cinema e audiovisuais.

Quinta-feira Artur Trindade interrogado no caso EDP

Artur Trindade vai ser interrogado, na quinta-feira, pelo juiz Carlos Alexandre no âmbito do caso EDP. O ex-secretário de Estado da Energia do Governo de Passos Coelho será constituído arguido por suspeitas de corrupção passiva por alegadamente ter beneficiado a EDP. O interrogatório judicial promovido pelos procuradores Carlos Casimiro e Hugo Neto significa que o ex-secretário de Estado poderá não ficar apenas com a medida de coação mínima, estando em cima da mesa a hipótese de suspensão de funções da liderança da sociedade OMIP, SGPS, tal como aconteceu com António Mexia e Manso Neto.

Sexta-feira Pharol revela contas até junho

A empresa vai divulgar os números para o primeiro semestre do ano, após o fecho do mercado. No mesmo período do ano anterior, a Pharol (ex-Portugal Telecom) passou de prejuízos de 2,8 milhões de euros, no período homólogo, a lucros de 24,8 milhões.

Saber mais Mário Centeno Banco de Portugal Nos Pharol economia empresas
Mais lidas
Outras Notícias