Zoomarine, uma marca do Algarve

É considerado um dos melhores parques temáticos do Mundo, e tem programas que não existem na Europa como o de interacção com golfinhos.
Zoomarine, uma marca do Algarve
Isabel Delgado é a directora de marketing do Zoomarine Algarve
Filipe Farinha
Filipe S. Fernandes 22 de junho de 2018 às 12:35
"O Zoomarine está no Algarve há 27 anos e tem apostado sempre numa oferta diferenciada face ao produto âncora que é o sol e a praia", referiu Isabel Delgado, directora de desenvolvimento e marketing do Zoomarine Algarve. "Temos apostado na comunicação e na diferenciação do nosso produto e não é por acaso que somos considerados um dos melhores dez parques da Europa e um dos 25 melhores parque temáticos do Mundo, segundo opiniões dos utilizadores do Tripadvisor que visitaram parques aquáticos em 2017".

Para chegar a este nível tem de se "trabalhar muito e investir muito", acentuou. Este reconhecimento traz pessoas que querem vir ao Algarve e ao Zoomarine, onde encontram programas que não existem em mais local nenhum da Europa, como o de interacção com golfinhos.

Aberto: Março a Novembro

"O Zoomarine é hoje uma marca do Algarve", reconhece Isabel Delgado. Na sua opinião, é um feito para o Algarve porque o Zoomarine poderia estar em Lisboa ou na Madeira. Durante muito tempo o Zoomarine foi um complemento do Algarve, refere Isabel Delgado, mas hoje "podemos dizer que somos um parceiro importante e conseguimos já só por nós trazer clientes para o Algarve". O Zoomarine foi inaugurado a 3 de Agosto de 1991 e está localizado na Guia, em Albufeira, uma das principais zonas turísticas de Portugal.

Durante 17 anos , o Zoomarine esteve aberto todo o ano. "Como temos uns custos fixos elevados não foi possível continuar a fazer isso e fomos obrigados a fechar parte do ano, porque não temos clientes. É complementar aos hotéis, mas não conseguimos suportar o custo de ter o parque aberto todo o ano porque não temos visitantes que o justifiquem. Em Novembro do ano passado abrimos três vezes por semana e não resultou". Por isso, este ano estão a funcionar de 1 de Março a 3 de Novembro.

Os animais e os treinadores são um custo fixo anual, mas o modelo de negócio, em que através da compra de um bilhete se tem acesso a uma oferta variada desde os animais às piscinas, precisa de muitos recursos para funcionar. "Os custos com os recursos humanos são elevados e não conseguimos ter as pessoas todo o ano", afirmou Isabel Delgado.

O Zoomarine "tem tido a ousadia de investir em períodos que não seria muito provável investir". Nos últimos anos de crise têm feito investimentos para fazer crescer o seu mercado e os clientes. "Não é muito fácil porque não temos muitos apoios e os processos são longos e muito burocráticos", referiu Isabel Delgado.





Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI