Cronista
Adolfo Mesquita Nunes Advogado

Adolfo Mesquita Nunes tem mais de treze anos de experiência em advocacia nas áreas de direito público, nomeadamente em políticas públicas, contratação pública, regulação, contencioso, arbitragem e contratos públicos. É Sócio da sociedade Gama Glória. Foi Secretário de Estado do Turismo do XIX e XX Governos Constitucionais, entre 2013 e 2015. É licenciado em Direito pela Universidade Católica Portuguesa (2000) e Mestre em Ciências Jurídico Políticas pela Universidade de Lisboa (2008). Vice-Presidente do CDS-PP.

Adolfo Mesquita Nunes O PS a querer ser a fronteira direita do regime 12.11.2018 Adolfo Mesquita Nunes
A principal mudança, que já está à vista com o apoio de toda a esquerda, é que o PS quer passar de fronteira esquerda do regime para fronteira direita.
Adolfo Mesquita Nunes A esquerda revelada por Bolsonaro  05.11.2018 Adolfo Mesquita Nunes 781
Convém não esquecer a esquerda que, de Fidel Castro ou Mao na T-shirt, Che Guevara na boina, keffiyeh ao pescoço e Hugo Chàvez no coração, se entretém a lançar diários juízos de moral democrática contra quem não pensa como eles, demonstrando uma parcialíssima e incompletíssima noção de democracia.
Adolfo Mesquita Nunes É mesmo de sucesso que falamos? 29.10.2018 Adolfo Mesquita Nunes 519
O mandato orçamental deste Governo, que aprovará, com a unanimidade da esquerda, o seu quarto orçamento, fica marcado por uma narrativa poderosa e simples: afinal era possível acabar com a austeridade e ao mesmo tempo ter contas públicas em ordem e o país a crescer.
Adolfo Mesquita Nunes O logro das reformas antecipadas  22.10.2018 Adolfo Mesquita Nunes 1153
O Bloco de Esquerda andou durante meses a falar de facilitar o acesso à reforma antecipada às pessoas que, com 60 anos ou mais, tivessem já trabalhado 40 anos.
Adolfo Mesquita Nunes A mentira dos populistas de extrema-direita e extrema-esquerda  15.10.2018 Adolfo Mesquita Nunes 268
Os moderados têm de agarrar-se aos seus princípios fundamentais e travar uma guerra sem quartel contra a mentira dos extremos. Nessa guerra devem ser radicais, no terreno, em combate, sem medo, porque a situação é grave.
Adolfo Mesquita Nunes Rejeitar Bolsonaro 08.10.2018 Adolfo Mesquita Nunes 438
Um espaço político como o da direita das liberdades não pode resignar-se à apresentação de populistas como Bolsonaro ou Orban, lamento. Tem obrigação de saber canalizar as frustrações, as ansiedades, o desespero, para um projeto positivo, integrador, mobilizador.
Adolfo Mesquita Nunes O ativismo do "quem cala consente" 01.10.2018 Adolfo Mesquita Nunes 226
Se estão tão indignados com o inenarrável e inaceitável (os adjetivos são meus, é mesmo isso que penso) Bolsonaro, por que razão se calam com o inenarrável e inaceitável Maduro, a deixar um povo morrer à fome?
Adolfo Mesquita Nunes Descentralizar para quê? 24.09.2018 Adolfo Mesquita Nunes 240
Podem inventar a descentralização administrativa que quiserem, que os empregos não se criam apenas por lá estar um guichet, sobretudo se atrás desse guichet estiver alguém com a precisa instrução de desconfiar desses malandros dos empresários.
Adolfo Mesquita Nunes A mentira de alguma esquerda sobre o SNS 17.09.2018 Adolfo Mesquita Nunes 132
O SNS que temos hoje está muito mais perto do SNS que o CDS apresentou e defendeu em 1979 do que daquilo que comunistas e socialistas então defenderam.
Adolfo Mesquita Nunes Taxa Robles 10.09.2018 Adolfo Mesquita Nunes 359
Em Portugal, já aqui o escrevi, temos tendência para analisar e avaliar as políticas de acordo com as suas intenções e não de acordo com as suas consequências.