Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Opinião por
Artigos de opinião deste autor

Excepção e emergência

22.10.2020

A peste veio confirmar o que todos já deviam saber: há várias esquerdas, como há várias direitas. Podem somar-se em maiorias de conveniência, mas isso não é o mesmo que ter coerência para responder à emergência.

A natureza da crise

15.10.2020

Não se sai desta crise voltando para o passado, é preciso refundar o futuro - sem repetir as ilusões e as mentiras do passado. A ilusão do poder do passado é agora a tragédia do poder no presente.

Atracção para o abismo

08.10.2020

As polarizações em política resultam de medos que se justificam pela percepção da vulnerabilidade ou pela evidência da superioridade competitiva dos outros. O outro é uma ameaça porque implica a consciência da fraqueza própria.

Exigir o impossível

30.09.2020

Um revolucionário exige o impossível para mostrar que quem está no poder não sabe realizar esse ideal. Um democrata não aceita violar o critério da possibilidade porque sabe que a ilusão no presente, mesmo que seja vitoriada pelos iludidos com as promessas, significa a escravatura no futuro.

Planos e crises

23.09.2020

Hoje, o Estado é uma complexa rede de canalizações, com operadores que abrem e fecham as torneiras das receitas e das despesas. Precisa do mercado para gerar competitividade, eliminar as ineficiências, produzir inovação, atrair capitais externos. Sem mercado, a rede de canalizações fica seca.

A ilusão da política

16.09.2020

A política sem ilusões é uma questão de avaliação das possibilidades, as que a realidade efectiva das coisas autoriza e as que os opositores não inviabilizam: sem capital não haverá trabalho e sem União Europeia não haverá financiamento da dívida - poderá haver discurso político, mas não haverá estratégia política.

Política e economia

09.09.2020

A preferência pela protecção do Estado é uma ilusão ideológica. A realidade efectiva das coisas está nos mercados, onde é feita a articulação da esfera económica com a esfera social. Não há Estado sem mercados.

Maioria estável e coerente

03.09.2020

A aritmética pode estabelecer uma maioria, mas só a coerência do que se soma pode oferecer a estratégia ao poder político - e se um poder político não tem uma estratégia será só uma aritmética de conveniências.

Distribuir sem competir

26.08.2020

Nestas circunstâncias, distribuir o que existe para sustentar a procura interna sem competir para conseguir aumentar o que há para distribuir é uma receita segura para imobilizar a economia e para destruir o capital sem o qual não haverá nem empresas nem emprego.

A questão da dívida

20.08.2020

É a dívida, através do dispositivo instalado para a controlar, que faz acontecer a união de políticas na União Europeia. A união de políticas na União Europeia não é um projecto, é uma necessidade imposta pela dívida e tornada inevitável pela crise da peste da covid-19.

O contágio na política

13.08.2020

A política depois da peste não poderá pretender retomar os padrões de orientação, os confrontos e as métricas do passado. Terá de ter a humildade e o sentido de convergência de quem avança para um mundo novo - e tendo de pagar os erros cometidos no mundo antigo.

Ver Mais
Mais lidas
Publicidade
PRÉMIOS EXPORTAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO
pub
pub
Publicidade
C•Studio