Paulo Carmona Anátemas conservadores 22.04.2019 Paulo Carmona
Demonizar o privado e o mercado continua a ser um entretenimento da esquerda mais radical. Tem sido este pensamento retrógrado e conservador que sempre tem lutado contra a modernização do país e o seu desenvolvimento económico e social.
Joaquim Aguiar Interior e exterior 22.04.2019 Joaquim Aguiar
Portugal só ganhou quando se abriu ao exterior, na expansão e nas duas fases da integração europeia, nas décadas de 1960 e de 1980. Se quiser empatar, estagnado, já perdeu.
Há 1 semana
Camilo Lourenço A caminhar para a cauda da Europa? Sim... e depressa! 15.04.2019 Camilo Lourenço 515
Cavaco pergunta porque é que países sujeitos a programas de ajustamento (Espanha, Grécia, Chipre e Irlanda) estão a crescer mais do que Portugal. E manifesta a sua estranheza pelo facto de a Imprensa económica "não ter notado isto".
Joaquim Aguiar Polarização e moderação 15.04.2019 Joaquim Aguiar
Na sua história, Portugal só cresceu quando se abriu ao exterior e quando o exterior lhe deu a escala que não tem dentro das suas fronteiras. É esta capacidade para interiorizar o exterior que decide o lugar de Portugal no mundo.
Há 2 semanas
Joaquim Aguiar As novas ameaças 08.04.2019 Joaquim Aguiar
A democracia é pluralista quando é reconhecido que nenhum partido, por mais expressiva que seja a sua votação, por si ou em aliança com outros, apropria a legitimidade política numa sociedade.
Jorge Marrão As famílias socialistas redistributivas 08.04.2019 Jorge Marrão 89
As elites (mais poderosos) e as redes de influência portuguesas, ao invés de se concentrarem na sua função reguladora e equilibrada da sociedade, dedicaram-se à concentração do seu poder e dos seus recursos em articulação com os "establishments" partidários.
Há 3 semanas
Joaquim Aguiar O óbvio ululante 03.04.2019 Joaquim Aguiar
É Poul Thomsen, o negociador por parte do FMI, que nos vem recordar que "houve um claro entendimento sobre o que é que a maioria política em Portugal poderia apoiar. E isso permitiu que, quando se deu uma mudança de governo mais tarde, não se realizassem praticamente mudanças no programa.
Camilo Lourenço Dia das mentiras 03.04.2019 Camilo Lourenço 166
Porque é que em três anos o Governo falhou sempre a meta do investimento? Porque a receita foi desviada para devolver rendimentos a funcionários públicos, aumentar pensões e baixar de 40 para 35 horas as horas trabalhadas no SNS.
Há 4 semanas
Paulo Carmona Sociedade estagnada, pobre e desigual 28.03.2019 Paulo Carmona 43
Aos pobres atribui-se-lhes a caridade estatal, nas tarifas sociais ou em desconto nos passes, mas negando-lhes as oportunidades que têm os ricos, para si ou para os seus filhos terem uma mobilidade social mais facilitada.
Joaquim Aguiar Os erros de diagnóstico 27.03.2019 Joaquim Aguiar
Os banqueiros foram incompetentes e imprudentes, mas foram os políticos que não corrigiram os desequilíbrios que não podiam desconhecer e que se serviram dos recursos dos bancos para encobrir os erros de política económica e de modelo de desenvolvimento.

Marketing Automation certified by E-GOI