Weekend Adolfo Mesquita Nunes: O populismo prospera pelo medo do que aí vem
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Adolfo Mesquita Nunes: O populismo prospera pelo medo do que aí vem

Adolfo Mesquita Nunes é vice-presidente do CDS, mas não faz profissão da política. Compara a sua adesão ao partido, em 1993, com o fascínio que sente pelo Heitor da Ilíada, o que tem razão mas não tem a aura de vencedor. Diz que na política está a assistir-se ao surgimento da superioridade moral como argumento e que isso é “perigosíssimo”.
Adolfo Mesquita Nunes: O populismo prospera pelo medo do que aí vem
Miguel Baltazar

Adolfo Mesquita Nunes é vice-presidente do CDS, mas não faz profissão da política. Compara a sua adesão ao partido, em 1993, com o fascínio que sente pelo Heitor da Ilíada, o que tem razã

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI