Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Aniversário perpétuo

Este ano, assinalando o 30.º aniversário, a Frédérique Constant apresenta o novo Turbilhão Calendário Perpétuo Manufatura.

Fernando Sobral fsobral@negocios.pt 06 de Outubro de 2018 às 14:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Há datas valiosas. Sobretudo quando se comemora o 30.º aniversário de um incontornável Turbilhão Calendário Perpétuo que marca a vida da Frédérique Constant. Para isso, a marca apresenta uma série limitada a 30 unidades, que pretende representar a paixão pela arte relojoeira.

 

Durante as últimas três décadas, a Frédérique Constant produziu relógios suíços sob a assinatura "luxo acessível", peças inteiramente desenvolvidas nas suas oficinas de Plan-les-Ouates (Suíça). Em 2004, depois de três anos de investigação e desenvolvimento, a marca lançou o primeiro movimento de manufactura interna: o patenteado e premiado calibre Heart Beat Manufacture. Quatro anos mais tarde, apresentou o primeiro turbilhão de fabrico interno com base no Heart Beat Manufacture. Em 2016, a marca criou outra grande complicação: o Calendário Perpétuo. Este ano, assinalando o 30.º aniversário, a Frédérique Constant apresenta o novo Turbilhão Calendário Perpétuo Manufatura, que representa mais um passo na procura pela máxima precisão. A função principal é a de anular as irregularidades causadas pela gravidade no movimento quando este se encontra na posição vertical. O mecanismo destes relógios é o novo movimento automático de manufactura FC-975.

 

Esta grande complicação combina simultaneamente uma roda de escape de âncora e silício, um sistema inteligente de equilíbrio de peso e uma gaiola de turbilhão. Estes relógios são tecnicamente impressionantes, já que o turbilhão foi desenvolvido até ao último detalhe. O Turbilhão Calendário Perpétuo distingue-se pelo nível excepcional de desempenho e pelo trabalho artesanal de alta qualidade. O mecanismo possui uma reserva de marcha de 38 horas.

 

O Turbilhão é composto por uma gaiola móvel accionada por um conjunto de engrenagens, que inclui a roda do volante e escape. Com cada impulso que a roda do volante recebe, a gaiola gira ligeiramente com todos os componentes. A complicação do calendário perpétuo também indica o dia, a data e o mês e requer menos ajustes que um calendário anual. O calendário perpétuo requer apenas correcção manual uma vez a cada 400 anos. Devido a uma excepção do calendário gregoriano, o relógio terá de ser ajustado na próxima vez a 1 de março de 2100. Surge numa edição limitada de 88 unidades da versão em aço inoxidável e outra, de 30 unidades da versão em ouro rosa de 18 quilates, que confere um número de relógio exclusivo para cada coleccionador.

 

Esta colecção apresenta-se numa caixa de 42 mm de diâmetro, dividida em três partes, disponível em aço inoxidável polido, em aço inoxidável banhado em ouro rosa de 18 quilates ou em ouro rosa de 18 quilates com fundo transparente.

Muita luz

A elegância perene dos anos 60 do século XX continua a influenciar a Piaget na sua colecção Gala Limelight. Assim como os relógios de joalharia, que adornavam as mulheres elegantes dessa época, cada criação de hoje transfere os sonhos desses dias para o presente.

 

Limelight Gala é, sobretudo, uma estética que procura estar em linha com os conceitos de feminilidade. Trata-se também de um nome, "Limelight", que evoca os "flashes" das câmaras, virando os holofotes para a experiência da Piaget; e "Gala", que evoca a elegância dos festivais e das esplêndidas noites festivas de então.

 

A colecção Limelight Gala une relojoaria e joalharia. Simboliza a quintessência do estilo Piaget com a sua caixa cravejada, realçada por duas hastes compridas e assimétricas, e as suas curvas voluptuosas, enaltecidas por um bisel com diamantes de corte brilhante.

 

A busca do "glamour" é constante. Algo que tem que ver com a própria história da evolução desta linha. Em 1973, a Piaget criou um modelo oval com duas hastes compridas cravejadas de diamantes. Em 2013, reinterpretou-o como modelo icónico. Em 2014, a colecção foi enriquecida por um novo modelo com movimento mecânico. Em 2015, é feito o lançamento de uma versão de bracelete de ouro com uma refinada malha milanesa. E, em 2017, a Piaget lançou o relógio Limelight Gala de 26 mm.



Ver comentários
Saber mais Relógios Frédérique Constant turbilhão
Outras Notícias