Outros sites Cofina
Notícias em Destaque

Renato Miguel do Carmo: “O futuro é agora ainda mais difícil de projetar”

Perdemos o domínio sobre o nosso próprio tempo e a incerteza é hoje um dado absoluto. “Muitos jovens não conseguem projetar o futuro: alcançar autonomia económica, ter um filho”, aponta o sociólogo Renato Miguel do Carmo, diretor do Observatório das Desigualdades. “A pandemia acentuou a vulnerabilidade dos mais vulneráveis e reforçou as desigualdades económicas e sociais”, sublinha o investigador do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-Iscte)
Lúcia Crespo e Sérgio Lemos - Fotografia 21 de Maio de 2021 às 11:00

A incerteza é um dado absoluto e muitos são os jovens que não conseguem imaginar um futuro: alcançar autonomia económica, partilhar casa com o companheiro, ter um filho. A pandemia acentuou a vulnerabilidade dos mais vulneráveis e reforçou as desigualdades económicas e sociais. O quadro é traçado por Renato Miguel do Carmo, diretor do Observatório das Desigualdades e investigador no Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-Iscte). É coautor de livros como "Retratos da Precariedade - Quotidianos e aspirações dos trabalhadores jovens" e a "A Miséria do Tempo - Vidas suspensas pelo desemprego", escritos antes da covid-19. "O vírus está a destapar muitos problemas estruturais, dando-lhes uma visibilidade que não tiveram anos a fio. E isso é paradoxal", sublinha o sociólogo, também coordenador científico do Laboratório Colaborativo para o Trabalho, Emprego e Proteção Social (CoLABOR).

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Pandemia desigualdades vulneráveis desemprego precário crise moratórias teletrabalho gig economy jovens futuro imigrantes emigrar precariedade tempo Chaplin antidepressivos
Outras Notícias
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€