Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Desemprego mensal na União Europeia em mínimos históricos

Desde 2000, ano em que começa a série histórica, que a taxa de desemprego mensal não era tão baixa na União Europeia.

Tiago Varzim tiagovarzim@negocios.pt 31 de Outubro de 2018 às 11:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Na União Europeia, a taxa de desemprego em Setembro fixou-se nos 6,7%, o valor mais baixo de sempre. Na prática, é o nível de desemprego mais baixo desde 2000, ano em que a série começou. Os dados foram publicados esta quarta-feira, 31 de Outubro, pelo Eurostat.

É preciso recuar até 2008, antes da crise económica, para ver uma taxa de desemprego semelhante a esta. A segunda taxa de desemprego mais baixa da série verificou-se em Abril desse ano com 6,8%. 

Foi em 2013 que a taxa de desemprego mensal da União Europeia atingiu o máximo histórico de 11%, em pleno pico da crise europeia. 

Na Zona Euro, a taxa de desemprego fixou-se nos 8,1% em Setembro. Ao todo, existem 13,153 milhões de pessoas desempregadas nos Estados-membros que partilham o euro. Na União Europeia são 16,574 milhões de pessoas no desemprego. 

A taxa de desemprego em Portugal é mais baixa do que ambas as médias europeias. De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), o desemprego terá ficado nos 6,6% em Setembro, baixando face aos 6,9% de Agosto. 

A confirmar-se este é o valor mais baixo em 16 anos, desde Setembro de 2002. O Governo prevê fechar o ano com uma taxa de desemprego de 6,9%, segundo as projecções da proposta do Orçamento do Estado para 2019 (OE 2019). 

O desemprego em Portugal registou a quarta maior queda homóloga entre os Estados-membros. A República Checa é o país que tem a menor taxa de desemprego com 2,3%, seguido da Alemanha e da Polónia com 3,4%. Do outro lado da tabela está a Grécia com 19% e a Espanha com 14,9%.
Ver comentários
Saber mais taxa de desemprego emprego desemprego mercado de trabalho economia
Mais lidas
Outras Notícias