Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo proíbe circulação de e para a área metropolitana de Lisboa no fim-de-semana

A partir das 15 horas de sexta-feira será proibido circular para fora da área metropolitana de Lisboa, anunciou o Governo.

Tiago Petinga
Filomena Lança filomenalanca@negocios.pt 17 de Junho de 2021 às 16:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • 18
  • ...
Para conter o aumento de casos de infeção por covid-19, o Governo avançou com uma proibição para fora da Área Metropolitana de Lisboa durante o fim de semana.

A circulação ficará proibida a partir das 15 horas de sexta-feira e durante os dois dias seguintes, até às seis da manhã de segunda-feira. anunciou a ministra da Presidencia, Mariana Vieira da Silva, na conferência de imprensa que se seguiu à reunião do Conselho de Ministros desta quinta-feira.

Neste contexto, está previsto um aumento da fiscalização na Área Metropolitana de Lisboa, não só no que toca a controlar a proibição de circulação, mas também a realização de eventos. 

As restrições, concretizou a ministra, respeitam à area metropolitana como um todo e não à circulação entre concelhos, ou seja, esta não será proíbida. O objetivo, concretizou, é "diminuir a circulação para fora da Área Metropolitana", sendo que a medida "não estava prevista, é uma medida nova dada a desigualdade territorial que neste momento a pandmia apresenta", disse Mariana Vieira da Silva. 

Lisboa é, agora, um dos nove concelhos que registam duas vezes mais do que 120 casos por 100 mil habitantes. Juntam-se-lhe Albufeira, Arruda dos Vinhos, Braga, Cascais, Loulé, Odemira, Sertã e Sintra.

 

"Não é uma medida de controlo da pandemia em Lisboa, mas uma tentativa de não deixar alastrar para o resto do país o que estamos a viver em Lisboa", disse a ministra, frizando que " transmissão entre os concelhos da Área Metropolitana de Lisboa já está alta", razão pela qual foi descartada a opção de proibir também a circulação entre os próprios concelhos da Área Metropolitana. 

"Há exceções, nomeadamente laborais, mas a medida reduzirá as movimentações e os contactos", explicou Mariana Vieira da Silva. Estão impedidas as saídas ao fim-de-semana, mas não durante os dias de semana, "não é uma cerca sanitária, mas uma restrição ao fim de semana, para diminuir movimentos", concretizou. As viagens internacionais estão excluídas destas regras. 

"Temos consciência que não é uma medida fácil e desejada por ninguem, mas é uma medida necessária", acrescentou, lembrando que se mantêm todas as outras recomendações, de "e
vitar ajuntamentos, continuar a usar máscaras, testarmo-nos quando estamos na presença de um grupo de pessoas maior".

"A pandemia ainda não acabou e mesmo quem tem já uma dose da vacina pode ainda não estar protegido", avisou. 


(notícia atualizada com mais informação)
Ver comentários
Outras Notícias