Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal com novo recorde de casos de covid-19 em dia com maior número de óbitos desde abril

O Norte foi mais uma vez a região com mais infeções nas últimas 24 horas, tendo sido confirmados mais 2.474 novos casos, o que representa um novo máximo diário.

Reuters
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 29 de Outubro de 2020 às 14:03
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

O total de infetados com a covid-19 em Portugal subiu para 132.616, o que traduz um aumento de 4.244 casos em 24 horas, de acordo com os dados revelados esta quinta-feira, 29 de outubro, pela Direção Geral de Saúde (DGS).

Foi assim atingido um novo recorde de casos diários em Portugal, o que acontece pelo segundo dia consecutivo, depois de ontem já ter sido atingido um máximo diário de 3.960 casos.


No que respeita aos óbitos, há hoje a lamentar mais 33 vítimas mortais, que aumentam para 2.428 o total de mortes em Portugal relacionadas com a covid-19. Na quarta-feira tinham sido confirmados mais 24 óbitos.

O número de óbitos é o mais elevado desde 12 de abril (34 mortes) e foi já o quarto dia seguido com mais de 20 mortos.

Estes dois dias de máximos históricos consecutivos de casos e aumento de óbitos surgem numa altura em que o Governo português se prepara para avançar com novas medidas restritivas (serão adotadas no conselho de ministros extraordinário de sábado) e países como a França e a Alemanha vão para confinamentos parciais devido ao crescimento exponencial de casos de covid-19.  

A taxa de letalidade, que compara os óbitos com o total de infetados, baixou dos 1,87% da véspera para 1,83%, o valor mais baixo desde 27 de março.

Quanto aos doentes recuperados, atingiram um total de 75.702, o que representa um aumento de 1.701 casos face a ontem, dia que o aumento de recuperados tinha sido de 1.657.


Os casos ativos, que são calculados subtraindo ao total de casos confirmados os doentes recuperados e os óbitos, aumentaram em 2.490, para um novo máximo de 54.486, que correspondem a 41,09% do total de casos.

Após os dados de hoje, a média diária de novos casos dos últimos sete dias é agora de 3.296, o que representa também um máximo histórico e representa cerca do dobro do que se verificava a 15 de outubro (média pouco superior a 1.500 casos).

Nos últimos 14 dias Portugal acumulou 381,9 novos casos por 100 mil habitantes. Este indicador, muito utilizado internacionalmente para medir a propagação do vírus, também está em recorde e aumentou face aos 361,3 de ontem.

Internamentos em UCI ainda abaixo de recorde


O número de pacientes internados devido à covid-19 aumentou pelo décimo segundo dia consecutivo e atingiu um novo máximo desde o início da pandemia. Nas últimas 24 horas foram internados mais 40 pacientes, menos dos que os 47 de ontem. No total, estão agora internados nas unidades de saúde 1.834 pacientes com covid-19.

Quanto aos casos mais graves, de pessoas internadas em unidades de cuidados intensivos, são hoje mais sete, que colocam o total nos 261.

A ministra da Saúde tinha antecipado que este indicador também ia atingir um máximo, mas permanece ainda abaixo do registo de 7 de abril com 271 doentes graves.

Norte com recorde de casos

O Norte foi mais uma vez a região com mais infeções nas últimas 24 horas, tendo sido responsável por 59% dos novos casos. Nesta região foram confirmados mais 2.474 novos casos, o que representa um novo máximo diário e eleva o total para 58.596.

Já em Lisboa e Vale do Tejo, os novos casos voltaram a superar o milhar e muito perto do máximo diário atingido na véspera. A região conta agora com um total de 56.580 casos, mais 1.102 em relação a ontem.

Dos restantes casos registados nas últimas 24 horas, 309 foram no Centro, 50 no Alentejo, 63 no Algarve, 5 nos Açores e 6 na Madeira.

O Norte também foi a região com mais óbitos (16), seguindo-se Lisboa e Vale do Tejo (12) e o Centro (5). No Algarve, Alentejo, Madeira e Açores não há novas vítimas mortais a lamentar.


(notícia atualizada)

Ver comentários
Saber mais Direção Geral de Saúde DGS covid-19
Outras Notícias