Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Paulo Macedo: Dívida aumentou devido à entrada do empréstimo da troika

Ministro da Saúde e antigo director dos Impostos diz não ter mesma "visão" que Sócrates sobre o que forçou à entrada da troika em Portugal.

Negócios 28 de Março de 2013 às 15:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • 15
  • ...

O ministro da saúde, Paulo Macedo, disse nesta quinta-feira, 28 de Março, não ter a mesma "visão" que a transmitida pelo ex-primeiro ministro José Sócrates sobre o que levou Portugal a pedir ajuda da ´troika´.

 

"A minha visão não é claramente aquela que eu ouvi hoje transmitida nas notícias. A minha visão aos acontecimentos que nos levaram ao resgate e à situação da ´troika´ ter vindo para Portugal e à situação da nossa dívida, designadamente numa falácia que parece óbvia mas que é tantas vezes repetida que é o seguinte: a dívida pública tem aumentado muito em 2012 e em 2011", afirmou Paulo Macedo, quando questionado sobre a entrevista de quarta-feira do ex-primeiro ministro que admitiu não ter visto.

 

Para o também ex-director-geral dos Impostos, "não é a questão de quando é que a dívida aumenta no ano, mas porque é que em termos estruturais a dívida aumenta".

"Designadamente quando tivemos que pedir um resgate de 78 mil milhões de euros que leva a que por si só gere um efeito de aumento de dívida que é expectável. Mas sobretudo a questão dos défices ano após ano, enquanto nós tivemos um défice orçamental ano após ano, a dívida pública aumentará", assinalou.

 

Para o ministro da Saúde, se todos os anos o país acumular o défice, "a dívida pública só tem uma tendência" que é aumentar, tal como quando se inserem "novas empresas e novas realidades" dentro do "perímetro orçamental" e quando se regularizam "dívidas acumuladas da saúde".

 

José Sócrates afirmou em entrevista à RTP que em Portugal é contada uma narrativa sobre o seu Governo com vários "embustes": Que a crise era nacional e não internacional; que foi o anterior executivo quem conduziu o país à ajuda externa, quando foi o chumbo do PEC 4 que a tal levou; e, finalmente, que este executivo PSD/CDS está apenas a aplicar o memorando assinado pelo Governo socialista em maio de 2011.

Ver comentários
Saber mais Sócrates entrevista
Mais lidas
Outras Notícias