Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PS vai concorrer contra Rui Moreira no Porto

O PS rompeu com Rui Moreira e vai apresentar, ainda hoje, o seu candidato à Câmara do Porto. Manuel Pizarro, vereador da autarquia, deverá ser o nome escolhido como cabeça-de-lista. António Costa impôs decisão que acaba com o apoio ao autarca independente.

António Costa rompeu com Rui Moreira. O PS vai apresentar, ainda este sábado, um candidato próprio à Câmara do Porto. João Miguel Rodrigues/CM
Rui Neves ruineves@negocios.pt 06 de Maio de 2017 às 11:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...

Sim, não, talvez. Acabou o filme da indecisão do PS sobre a manutenção do apoio a Rui Moreira nas eleições de 1 de Outubro.

 

Ainda hoje, 6 de Maio, pelas 12 horas, após a reunião da concelhia dos socialistas do Porto, Manuel Pizarro, vereador do autarca independente e líder da distrital do PS, deverá ser anunciado como candidato próprio à Câmara do Porto.

 

A decisão do PS de romper com Rui Moreira teve a intervenção pessoal do secretário-geral do partido, António Costa, e o anúncio de Pizarro como cabeça-de-lista à Câmara do Porto chegará a tempo do início da Convenção Nacional Autárquica, que o PS realiza na tarde deste sábado.

 

Cerca de mil delegados do PS reúnem-se hoje em Lisboa, numa convenção que contará com a presença de António Costa e em que será aprovada a carta de princípios dos autarcas socialistas.

 

A polémica política na corrida eleitoral do Porto estalou, na quarta-feira passada, com as declarações da secretária-geral adjunta do PS, que, em entrevista ao Observador, afirmou que a  vitória de Rui Moreira será "uma vitória do PS".

 

Dois dias depois, fonte do movimento independente Rui Moreira - Porto, O Nosso Partido dava conta do mau-estar do autarca provocado pelas declarações de Ana Catarina Mendes, avançando que, "nas condições actuais", Moreira não aceita o apoio dos socialistas à sua recandidatura.

 

Ainda na sexta-feira, em entrevista à SIC, Rui Moreira esclareceu que não aceita que "o PS tente fazer crer que há uma coligação informal entre o partido" e o seu movimento.

 

"Não aceitamos que o PS tente fazer crer que há uma coligação informal entre o partido e o nosso movimento. Ficou claro desde há quatro anos que temos um movimento independente de cidadãos e temos gosto se os partidos entenderem apoiar-nos. [Mas] o apoio de um partido não pode ser transformado numa coligação formal ou informal. Eu nunca me candidatarei por nenhum partido, nunca me candidatarei numa coligação", sublinhou Rui Moreira.

 

Na entrevista, Rui Moreira não fechou em definitivo a porta à manutenção do apoio do PS, remetendo a questão para o secretário-geral socialista: "O PS continua a apoiar-me ou não continua. São coisas que terá de lhe perguntar a ele [António Costa]", disse.

 

Eis que o líder do PS decidiu romper com Rui Moreira e lançar um candidato próprio à Câmara do Porto.

Ver comentários
Saber mais Rui Moreira PS autárquicas eleições Manuel Pizarro António Costa Ana Catarina Mendes
Mais lidas
Outras Notícias