Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Saíram do País mais de 50 milhões em obras de arte

Nos últimos três anos, a saída de obras de arte de Portugal intensificou-se, segundo dados do Instituto dos Museus e da Conservação.

Negócios negocios@negocios.pt 09 de Abril de 2012 às 09:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
O Instituto dos Museus e da Conservação (IMC) autorizou, nos últimos três anos, a saída de Portugal de obras de arte avaliadas em mais de 50 milhões de euros, noticia o "Público".

Em 2009 foi pedida autorização para a saída de obras avaliadas em três milhões de euros. Em 2010, o valor atingiu os 11 milhões de euros. E em 2011 ultrapassou os 37 milhões de euros. No total, foram 51 milhões de euros que saíram de Portugal e isto tendo em conta as saídas controladas e que respeitam a lei. O mesmo é dizer as que saíram com autorização do ICM. Outras há que saem sem essa autorização.

Elísio Summavielle, director do IMC desde Fevereiro, explica ao "Público" que esta subida de exportações não é apenas um rosto da crise. Pode também ser explicada pela "disciplina dos operadores" e pela "aplicação mais eficaz da lei". Mas o gabinete continua a receber diariamente pedidos de exportação.

O Estado não tem condições para exercer o seu direito de preferência, na maior parte dos casos.
Ver comentários
Saber mais País obras de arte metade
Mais lidas
Outras Notícias