Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Setembro trouxe quase o dobro de passageiros nos aeroportos portugueses em relação a 2020

Valores estão ainda longe dos registados em setembro de 2019, quando houve mais 39,3% de passageiros e 5,2 movimentos de carga nos aeroportos nacionais.

A retirada de Portugal das listas verdes do Reino Unido e da Alemanha levou a centenas de cancelamentos de reservas na hotelaria.
Nuno Alfarrobinha
Marta Velho martavelho@negocios.pt 19 de Novembro de 2021 às 11:39
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

O alívio das restrições da pandemia foi visível em setembro nos aeroportos portugueses. Nesse mês aterraram nos aeroportos nacionais 15,8 mil aeronaves em voos comerciais, correspondendo à movimentação de 3,6 milhões de passageiros e de 16,8 mil toneladas de carga e correio.

Assim, o número de passageiros quase a duplicou (+95,8%) face ao mesmo mês do ano passado. Em relação a cargas, a subida foi de 35%, indicam os dados revelados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), esta sexta-feira.

Ainda assim, os valores ainda estão longe dos de setembro de 2019, quando houve mais 39,3% de passageiros e 5,2 movimentos de carga nos aeroportos nacionais.

Os números do INE apontam que, desde janeiro a setembro, registou-se um aumento de 3,6% nos passageiros face ao período homólogo do ano anterior. No mesmo período de 2020, face a 2019, tinha havido um decréscimo de 67,3%. Já 2019 tinha subido 6,9% em relação a 2018. Relacionando 2021 com 2019, nota-se uma quebra de 66,1%.

Entre janeiro e setembro de 2021, França foi o principal país de origem e de destino dos voos, seguindo-se, com um volume de passageiros significativamente mais reduzido, o Reino Unido e a Alemanha.

Ver comentários
Saber mais INE economia negócios e finanças transportes aviação
Outras Notícias