Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal é o terceiro país da UE com mais trabalhadores a prazo

Um quinto dos trabalhadores portugueses têm um contrato a prazo. Só em Espanha e na Polónia é que o peso dos contratos sem termo é maior, segundo o Eurostat.

Susana Paula susanapaula@negocios.pt 20 de Novembro de 2019 às 11:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
Um quinto dos trabalhadores em Portugal têm contratos com termo, o que coloca Portugal no 'top 3' dos países da União Europeia com a maior percentagem de trabalhadores a prazo.

Segundo dados divulgados nesta quarta-feira, 20 de novembro, pelo Eurostat, só Espanha e a Polónia apresentam níveis de emprego a prazo superiores a Portugal. Um em cada quatro trabalhadores espanhóis tem um contrato com termo (26,4%) e na Polónia mais do que um em cada cinco (22,2%) também está nessa situação.

Por outro lado, os contratos a prazo representavam 1,5% do total dos trabalhadores na Roménia e na Lituânia. Também a Letónia, a Estónia e a Bulgária apresentavam valores abaixo de 5%. 

Cerca de 26 milhões de trabalhadores entre os 15 e os 64 anos teve um contrato temporário na União Europeia no segundo trimestre de 2019, representando 13,6% do total dos trabalhadores. Os contratos com termo são mais comuns entre mulheres (14,2%) do que entre homens (13,2%).

Ao longo dos últimos 17 anos, os contratos a prazo na União Europeia variaram entre 12,6% do total de trabalhadores no primeiro trimestre de 2003 para 13,6% no segundo trimestre de 2019, com um pico de 14,7% atingido no último trimestre de 2006. 

Na União Europeia, no segundo trimestre deste ano, quase metade (42,8%) dos trabalhadores entre os 15 e os 24 anos (oito milhões de jovens) estavam empregados com contrato a prazo. No escalão etário superior, entre os 25 e os 54 anos, apenas 6,5% dos trabalhadores tinham contratos com termo.
Ver comentários
Saber mais União Europeia UE economia negócios e finanças emprego trabalho contratos a prazo
Mais lidas
Outras Notícias