A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal é o terceiro país da Zona Euro com maior descida do custo da mão-de-obra no segundo trimestre

Entre abril e junho, os custos de mão-de-obra estagnaram na Zona Euro. Portugal registou a terceira maior descida.

Alexandre Azevedo
Diana do Mar dianamar@negocios.pt 15 de Setembro de 2021 às 11:54
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Portugal ocupa o terceiro lugar entre os países da Zona Euro onde os custos horários da mão-de-obra diminuíram no segundo trimestre. Com uma queda em termos anuais homólogos de 3,3%, Portugal é apenas superado por Espanha (-3,7%) e por Itália (-4%), de acordo com dados publicados, esta quarta-feira, pelo Eurostat.

Em sentido contrário, as maiores subidas nos custos de mão-de-obra dentro do universo dos 19 países da Zona Euro entre abril e junho tiveram lugar em Chipre (+14,3%), Irlanda (+4,8%) e nos Países Baixos (+4,6%).

Segundo o gabinete de estatística da União Europeia, os custos horários da mão-de-obra diminuíram 0,1% na Zona Euro e aumentaram 0,6% na União Europeia face a igual período do ano passado. Já na comparação trimestral, os custos horários da mão-de-obra subiram 1,3% e 1,6%, respetivamente.

O Eurostat indica ainda que, na Zona Euro, os custos com os salários e vencimentos por cada hora trabalhada desceram 0,4%; enquanto os custos não salariais subiram 0,8% no segundo trimestre do ano. Já na União Europeia foram registadas subidas em ambos os componentes (+0,2 e 2%, respetivamente).

Ver comentários
Saber mais Eurostat Zona Euro União Europeia economia negócios e finanças macroeconomia emprego
Outras Notícias