Europa Produção industrial alemã recua menos que o previsto

Produção industrial alemã recua menos que o previsto

A queda de 0,5% em termos mensais - comparada com Fevereiro - ficou abaixo das expectativas dos analistas, que apontavam para um recuo médio de 1,8%. O valor de Janeiro foi revisto em alta.
Produção industrial alemã recua menos que o previsto
Miguel Baltazar
Negócios 06 de abril de 2016 às 07:27

A produção industrial na maior economia europeia recuou 0,5% em Fevereiro em relação ao mês anterior, depois de em Janeiro ter crescido 2,3% na comparação mensal.

O valor fica acima das previsões dos analistas sondados pela Bloomberg, que apontavam para um recuo, em média, de 1,8%. Em termos homólogos, a locomotiva alemã viu a produção industrial aumentar 1,3%, revelaram esta quarta-feira, 6 de Abril, dados do Ministério da Economia alemão.


Os números chegam um dia depois de ter sido conhecido um recuo inesperado – de 1,2% em termos mensais - nas encomendas à indústria no mesmo mês e perante outras notícias mais animadoras para a economia, como a melhoria da confiança dos empresários e a manutenção da taxa de desemprego em mínimos históricos.

A economia alemã, muito exposta aos mercados mundiais, reflecte os sinais de abrandamento em mercados emergentes como a China, que retraíram a procura por bens e produtos germânicos.


O maior crescimento registou-se na área da construção – cujas encomendas subiram 1,3% em relação a Janeiro -, ao passo que os bens intermédios subiram 0,1%. Já do lado das quedas estiveram os bens de investimento e manufactura, enquanto os bens energéticos – numa altura em que o preço do petróleo se mantém pressionado nos mercados internacionais – tiveram um dos maiores recuos: 1,8% em termos mensais. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI