Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bruxelas decide "breve, breve" procedimento dos défices de Portugal

Porta-voz da Comissão não se quis comprometer, mas admite que a decisão da Comissão Europeia sobre os défices excessivos de Portugal, possa ser conhecida ainda esta semana.

Bloomberg
Rui Peres Jorge rpjorge@negocios.pt 16 de Maio de 2017 às 16:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
O "debate de orientação" está feito dentro da Comissão e agora cabe aos dois comissários com as pastas económicas e financeiras terminarem o trabalho, e apresentarem as análises e as recomendações específicas para cada país, assim como a decisão quanto à recomendação da Comissão para a saída de Portugal do Procedimento dos Défices Excessivos (PDE).

Depois de se ter limitado a afirmar que os resultados do chamado "pacote do Semestre Europeu" seriam conhecidos em "breve", Margaritis Schinas, o porta-voz de Jean-Claude Juncker, foi questionado em conferência de imprensa após a reunião do colégio de comissários sobre se tal aconteceria antes do final da semana, ou seja, a tempo das recomendações serem analisadas no Eurogrupo de segunda-feira, dia 22. Schinas respondeu "cedo, cedo", sinalizando que admitia novidades ainda esta semana, justificando a evasão com o desejo de não falhar numa previsão que depende de trabalho ainda incompleto.

"O debate de orientação está feito, e agora cabe aos dois comissários [Pierre Moscovici e Valdis Dombrovskis] – três porque Marianne Thyssen [Emprego e Assuntos sociais] também está envolvida – fazerem o resto do trabalho em nome da Comissão", afirmou.
 
Ao abrigo do chamado Semestre Europeu, a Comissão Europeia analisará os Programas de Estabilidade e os Planos Nacionais de Reformas enviados pelos vários Estados-membros em Abril, considerando também as previsões da Primavera publicadas já em Maio, e as avaliações aprofundadas que publicou em Fevereiro a várias economias, incluindo a nacional.

Deste conjunto de informação sairão propostas da Comissão de novas recomendações específicas ao país e, no caso português, também uma recomendação para fechar ou adiar por mais um ano o Procedimento dos Défices Excessivos.
Ver comentários
Saber mais Comissão Europeia PDE
Mais lidas
Outras Notícias