Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

OE 2021 responde a quatro desafios "que deviam ser óbvios para todos", lamenta Leão

O ministro das Finanças, João Leão, está esta quinta-feira à tarde a ser ouvido na Assembleia da República, sobre a sua proposta de Orçamento do Estado para 2021.

Lusa
Margarida Peixoto margaridapeixoto@negocios.pt 23 de Outubro de 2020 às 15:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
O Orçamento do Estado para 2021 responde a "quatro grandes desafios imediatos" que "deviam ser óbvios para todos", defendeu João Leão, ministro das Finanças, esta quinta-feira na Assembleia da República, perante os deputados da comissão de orçamento e finanças. Implícita nas palavras do ministro está a dificuldade do Governo em garantir a aprovação da sua proposta de Orçamento: o PSD já anunciou o voto contra, e a esquerda continua insatisfeita.

Depois de elogiar as condições em que a economia estava antes da pandemia, João Leão descreveu as linhas fundamentais do OE 2021, falando primeiro para a oposição à esquerda.

Destacou as quatro prioridades do Governo – "enfrentar a pandemia, recuperar a economia e proteger o emprego e o rendimento dos portugueses" – e sublinhou os principais aumentos de despesa: para o Serviço Nacional de Saúde, para apoiar o emprego e as empresas, para reforçar o pessoal e os recursos nas escolas e para dar mais liquidez ao rendimento das famílias e empresas. Foi uma tentativa de apelar ao entendimento com o BE e o PCP.

Depois, atacou a direita e criticou o anúncio do PSD de que vai votar contra o Orçamento, acusando os sociais-democratas de defender a austeridade como resposta à crise: "O PSD disse que votava contra o OE 2021 porque diz que distribui o que tem e o que não tem, porque considera que é baseado em promessas irrealistas. "Para o PSD, a austeridade é a única forma correta de reagir a uma crise".

No final, João Leão rematou com uma alusão aos discursos do ex-líder do PSD, Pedro Passos Coelho: "Só faltou dizer que vem aí o diabo".
Ver comentários
Saber mais OE 2021 Orçamento do Estado João Leão ministro das Finanças Assembleia da República
Outras Notícias