Impostos Fisco investe em novo servidor para garantir dados em caso de desastre grave

Fisco investe em novo servidor para garantir dados em caso de desastre grave

A Autoridade Tributária e Aduaneira lançou um concurso para aquisição de servidores secundários que assegurem que não perde informação em caso de desastres inesperados. Uma “grave lacuna” que agora existe, lê-se na Portaria publicada esta terça-feira em Diário da República.
Fisco investe em novo servidor para garantir dados em caso de desastre grave
Bruno Simão
Filomena Lança 04 de abril de 2017 às 17:21

O Fisco quer criar um "centro de dados alternativo", destinado a garantir que, em caso de um desastre natural ou provocado por mãos humanas será possível recuperar a informação contida no sistema. O despacho que autoriza o lançamento do concurso público internacional para a aquisição do material informático necessário foi publicado esta terça-feira, 4 de Abril, em Diário da República e o custo ascende a 1,7 milhões de euros, repartidos pelo período de 2017 a 2019.

 

A ideia é "proceder à aquisição de um equipamento de ‘mainframe’, respectivo ‘software’ e assistência técnica, considerando a criação de um centro de dados alternativo, um ‘backsite for disasterrecovery’", lê-se na portaria, assinada pelo secretário de Estado do Orçamento, João Leão.

 

Este equipamento deverá replicar e permitir "o armazenamento da informação processada no centro de dados principal da AT, de forma a colmatar uma grave lacuna da arquitectura tecnológica da AT", prossegue o texto publicado em Diário da República.

 

Como explica fonte oficial do Ministério das Finanças, "qualquer infraestrutura crítica, como é o caso dos servidores da AT, deve conter mecanismos redundantes, em caso de avaria grave ou catástrofe (sismo, incêndio, etc)". Isso explica a aquisição de "servidores secundários, que possam constituir uma alternativa em caso de inoperabilidade dos servidores principais e que constituam um ‘backup’ destes últimos", esclarece a mesma fonte.

O sistema informático do Fisco é altamente sofisticado e reúne toda a informação relativa aos contribuintes, tendo a AT vindo a apostar cada vez mais na via informática na sua relação com os contribuintes através do Portal das Finanças e, nomeadamente, do e-factura.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI