Justiça PJ fez buscas ao presidente da ADSE

PJ fez buscas ao presidente da ADSE

Carlos Liberato Batista está a ser investigado por suspeitas de corrupção. Além do gabinete, os inspectores da Unidade Nacional Contra a Corrupção também realizaram buscas à casa
PJ fez buscas ao presidente da ADSE
Sara Matos
Negócios 03 de julho de 2018 às 12:27
Inspectores da Unidade Nacional contra a Corrupção (UNCC) da Polícia Judiciária realizaram, esta segunda-feira, dia 2, buscas no gabinete do presidente demissionário da ADSE, Carlos Liberato Batista. O responsável pelo sistema de saúde dos funcionários público está a ser investigado por suspeitas de corrupção, que resultam de uma denúncia que chegou ao Ministério Público. Segundo informações recolhidas pela Sábado, há suspeitas de pagamentos encobertos como contrapartida para a assinatura de convenções entre a ADSE e clínicas privadas. O dirigente, porém, não foi constituído arguido.

Além do gabinete, os inspectores da Judiciária estiveram ainda na casa de Lisboa do presidente demissionário da ADSE. Carlos Liberato Batista demitiu-se no passado mês de Abril, dias antes de a TVI emitir uma reportagem que levantou suspeitas sobre a sua gestão na Associação de Cuidados de Saúde da antiga Portugal Telecom.



pub