Justiça Sócrates processa o Estado por violação de prazos legais  

Sócrates processa o Estado por violação de prazos legais  

José Sócrates apresentou hoje uma acção contra o Estado no Tribunal Administrativo de Lisboa por violação dos prazos máximos legais do inquérito da Operação Marquês, disse à Lusa fonte ligada ao processo.
Sócrates processa o Estado por violação de prazos legais  
Lusa 03 de fevereiro de 2017 às 19:48

José Sócrates apresentou hoje uma acção contra o Estado no Tribunal Administrativo de Lisboa por violação dos prazos máximos legais do inquérito da Operação Marquês, disse à Lusa fonte ligada ao processo. 

 

Está marcada para hoje às 20:00 uma conferência de imprensa com a presença do antigo primeiro-ministro e dos seus advogados de defesa. 

 

José Sócrates esteve preso preventivamente mais de nove meses e está indiciado por fraude fiscal qualificada, branqueamento de capitais e corrupção passiva para ato ilícito.

 

Dois anos após o início do inquérito, que a 20 de Novembro de 2014 produziu as primeiras detenções, a investigação do Ministério Público continua sem que exista acusação ou arquivamento, estando prevista uma decisão do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) para 17 de Março.

 

A notícia da acção foi avançada pela Sic Notícias

 

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI