Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

FMI aprova empréstimo de 50 mil milhões de dólares à Argentina

O FMI aprovou o empréstimo de 50 mil milhões de dólares para a Argentina. 15 mil milhões poderão ser disponibilizados no imediato.

O presidente da Argentina vai, a 25 de Janeiro, fazer uma intervenção. Mauricio Macri é actualmente o presidente do G20.
Negócios jng@negocios.pt 20 de Junho de 2018 às 18:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

O Fundo Monetário Internacional (FMI) vai conceder um financiamento de 50 mil milhões de dólares à Argentina, depois do conselho executivo ter aprovado este empréstimo, revela o Fundo num comunicado enviado às redacções esta quarta-feira, 20 de Junho.

 

A aprovação permite que sejam disponibilizados 15 mil milhões de dólares no imediato. Deste valor, a Argentina poderá usar 7,5 mil milhões para a gestão do orçamento.

 

O restante valor será disponibilizado ao longo do programa de resgate, que durará três anos. As próximas tranches deste financiamento serão libertadas após as avaliações trimestrais realizadas pelas autoridades.


O presidente argentino, Mauricio Macri (na foto), anunciou em Maio passado que a Argentina iria procurar um acordo financeiro com o FMI, depois de uma forte desvalorização da moeda e perante perspectivas preocupantes.

 

O acordo traz de volta más memórias para os argentinos, que responsabilizam as políticas do FMI pela pior crise económica do país, em 2001. Mas Macri disse que este acordo era necessário para evitar outra implosão económica.

 

O acordo com o FMI "é um ponto de partida muito importante", disse Macri à comunicação social horas antes de o empréstimo ser anunciado.

Ver comentários
Saber mais Argentina FMI Mauricio Macri
Mais lidas
Outras Notícias