Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

5 Estrelas e PD fecham programa político com orçamento expansionista em 2020

Os partidos italianos que farão parte da nova coligação governamental já definiram a base do seu programa político, com um orçamento expansionista no próximo ano no topo da agenda.

Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 03 de Setembro de 2019 às 10:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

O 5 Estrelas (anti-sistema) e o Partido Democrático (centro-esquerda) revelaram o seu programa político para o próximo mandato e definiram que iam abrir os cordões à bolsa e aumentar a despesa pública em 2020. No entanto, reforçaram a ideia de que não colocariam em risco as contas públicas.

Agora, os apoiantes do Movimento 5 Estrelas estão a realizar uma votação online para darem o seu parecer sobre as 21 propostas definidas. Os resultados serão divulgados ainda nesta terça-feira, 3 de setembro.

"Este é um momento delicado para o nosso país. Deve ser ultrapassado com foco nos interesses e necessidades dos cidadãos e da comunidade que queremos formar juntos", disse o partido 5 Estrelas no seu site oficial, nesta terça-feira, apelando aos seus apoiantes para que deem aval ao programa.

Itália tem a segunda maior dívida pública da Zona Euro, face ao produto interno bruto (PIB), e o acordo político definido pela nova coligação iria requerer que Bruxelas desse mais flexibilidade para superar a rigidez das regras orçamentais existentes.

Ambos os partidos comprometeram-se a introduzir um salário mínimo, aumentar os gastos com a educação e bem-estar e evitar aumentos do IVA. O programa prevê também um imposto adicional sobre multinacionais e a criação de um banco público para impulsionar o desenvolvimento no sul do país, onde a pobreza é mais evidente.

Uma política expansionista pressupõe um aumento da despesa pública com a finalidade de aumentar a produção e crescimento económico e um corte de impostos para garantir que o consumidor tenha mais dinheiro disponível para gastar.

Os dois partidos – tradicionalmente com ideais políticos divergentes – estão a limar as arestas para formarem um novo Governo, depois de o presidente transalpino, Sergio Mattarella, ter dado luz verde a uma coligação encabeçada novamente pelo primeiro-ministro demissionário Giuseppe Conte.

Ver comentários
Saber mais Itália Governo coligação défice orçamento expansionista União Europeia política 5 Estrelas Partido Democrático
Mais lidas
Outras Notícias