Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

ADSE contraria privados e diz que não houve denúncia de convenções

A ADSE garante que as notícias sobre a denúncia de convenções "não têm fundamento" porque existem prazos que não foram cumpridos.

Miguel Baltazar
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A ADSE garante que não recebeu qualquer comunicação "formal" de denúncia das convenções por parte de grupos privados de saúde, lembrando que as denúncias têm de obedecer a prazos. Se tal se concretizar, acrescenta a ADSE, serão "acautelados" os direitos dos beneficiários.

O Expresso noticiou esta quarta-feira que os grupos José de Mello e Luz Saúde querem denunciar os acordos que têm com a ADSE, com efeitos a partir de abril.

 

"A ADSE comunica aos seus beneficiários que a notícia publicada no Expresso sobre a denúncia das convenções dos grandes grupos privados não tem fundamento. Existem prazos contratuais que constam das convenções que têm que ser cumpridos quando se procede à denuncia de uma convenção. A ADSE não recebeu, formalmente, de nenhum destes grupos a comunicação da denúncia ou resolução das convenções em vigor", diz a direção da ADSE, em comunicado.

 

"Se esta denúncia vier a acontecer, a ADSE acautelará todas as situações de beneficiários que se encontram em tratamento, ou com atos médico ou cirúrgicos já agendados nestes prestadores", prossegue o comunicado.

 

"A ADSE está atenta aos acontecimentos e face ao crescimento significativo da oferta privada de cuidados de saúde em Portugal irá fazer novas convenções com outros prestadores se se vier a concretizar esta ameaça".

 

De acordo com o Expresso, os grupos José de Mello Saúde e Luz Saúde ameaçam suspender as convenções com a ADSE a partir de abril.

 

Segundo o jornal, as consultas agendadas ou cirurgias que estão marcadas serão cobradas tendo em conta os acordos celebrados no passado com a ADSE.


Porém, a partir de abril, de acordo com as fontes ouvidas pelo jornal, todos os cuidados de saúde prestados pelas unidades geridas pela Luz Saúde e pela José de Mello Saúde terão de ser pagos a 100% pelos beneficiários da ADSE, que depois podem pedir o respetivo reembolso. 

 

 

Ver comentários
Saber mais ADSE José de Mello Saúde saúde
Outras Notícias