Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Segurança Social apoiou 292 famílias afectadas pelos fogos de Outubro de 2017

Foram apoiadas 292 famílias, num total de 724 beneficiários, segundo o mais recente balanço da Segurança Social sobre os incêndios de Outubro de 2017.

Ricardo Almeida
Lusa 14 de Outubro de 2018 às 20:16
  • Partilhar artigo
  • ...
A Segurança Social anunciou este domingo, 14 de Outubro, ter concedido um conjunto de apoios às populações afectadas pelos incêndios de Outubro de 2017 que ascende a 152 mil euros destinados a 292 famílias.

No comunicado a que a Lusa teve acesso, a Segurança Social (SS) faz um balanço da actuação do organismo nomeadamente nos apoios concedidos a famílias com carência económica, conjuntural ou não, para apoiar nas despesas mais urgentes, como produtos médicos, rendas de casa, pagamento de facturas de luz, gás e água.

Neste capítulo foram apoiadas 292 famílias, num total de 724 beneficiários, segundo o mais recente balanço da SS.

A Segurança Social revela também que deferiu 632 processos de regime excepcional e temporário de isenção, total ou parcial, do pagamento de contribuições, correspondendo a 4,9 milhões de euros em isenções.

Foram beneficiários destes apoios 4.520 trabalhadores.

De acordo com a SS, foram concedidos 16 apoios no âmbito da suspensão de processos executivos relativamente a empresas e trabalhadores independentes nas zonas afectadas.

Em relação aos apoios aos pequenos agricultores - cujos estragos não tenham ultrapassado os 1.053 euros - foram concedidos cerca de quatro milhões, a mais de 6.100 agricultores.

Já quanto aos apoios concedidos na área do emprego, foram atribuídos incentivos financeiros extraordinários à entidade empregadora para a manutenção dos postos de trabalho, tendo o Instituto de Emprego e Formação Profissional apoiado cerca de 1.800 postos de trabalho, num valor total já pago de cerca de 7,7 milhões de euros.

Foi igualmente dada prioridade de selecção e encaminhamento para medidas activas de emprego a 7.200 desempregados afectados pelos incêndios ou residentes nos concelhos afectados.

A Segurança Social revela que foram encaminhados para acções de formação cerca de 22.000 desempregados que ficaram sem trabalho ou cujas empresas deixaram de ter capacidade produtiva na sequência dos incêndios ou ainda desempregados residentes nos concelhos afectados.

Cinquenta pessoas morreram e cerca de 70 ficaram feridas na sequência dos incêndios de 15 e 16 de Outubro de 2017 na região Centro, que também destruíram total ou parcialmente cerca de 1.500 casas e mais de 500 empresas.
Ver comentários
Saber mais incêndios Segurança Social
Outras Notícias