Agricultura e Pescas Gestora do Alqueva agrava perdas para 9,7 milhões

Gestora do Alqueva agrava perdas para 9,7 milhões

A EDIA teve um volume de negócios de 10,3 milhões de euros, com o impulso dos rendimentos de distribuição de água. O investimento foi de 11,35 milhões no primeiro semestre.
Gestora do Alqueva agrava perdas para 9,7 milhões
Bruno Simão
Isabel Aveiro 31 de agosto de 2016 às 18:14

A EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva, empresa do Estado que gere a barragem do Alqueva, registou prejuízos de 9,7 milhões de euros no primeiro semestre de 2016, um agravamento de 55,7% face às perdas de 6,24 milhões de euros um ano antes.

A empresa divulgou os dados esta quarta-feira, no "site" da CMVM, porque embora seja 100% pública é emitente de obrigações.

No período em análise, o EBITDA (resultado antes de juros, impostos, amortização e depreciação) atingiu 4,97 milhões de euros positivos, em linha com o valor de igual período do ano passado, de 4,99 milhões de euros. Os meios libertos líquidos foram positivos em 4,76 milhões de euros (contra 4,58 milhões de euros positivos um ano antes).

O EBIT, negativo em 6,9 milhões de euros, representou até Junho uma duplicação do valor, agravando-se, face aos 3,5 milhões de euros negativos registados 12 meses antes.

No relatório semestral conhecido esta quarta-feira, a administração liderado por Pedro Salema (na foto) adianta que os rendimentos registaram um aumento "na ordem dos 330 mil euros [para 13,45 milhões de euros], que corresponde a um aumento de 2,5% face ao ano anterior". Nestes rendimentos estão, além de vendas e prestação de serviços, as variações do inventário, subsídios e outros ganhos.

"As vendas e prestações de serviços apresentam uma evolução positiva na ordem dos 590 mil euros, cerca de mais 6,03%, essencialmente por um aumento de rendimentos referentes à distribuição de água", explica a gestão.

A companhia, que terminou o semestre com capitais próprios negativos em 449,9 milhões de euros, registou contudo "uma variação positiva, na ordem dos 11,25 milhões de euros" no mesmo indicador, "decorrente de aumentos de capital realizados nos primeiros seis meses do ano, no valor de 20,97 milhões de euros.

"Sem rede secundária [de distribuição de água] e com capitalizações", o valor do investimento da EDIA totaliza 11,35 milhões de euros, é adiantado no relatório.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI