Automóvel Alto responsável da Porsche detido em escândalo VW

Alto responsável da Porsche detido em escândalo VW

A polícia alemã deteve esta sexta-feira um alto responsável da Porsche no âmbito de novas provas que ligam a marca de automóveis desportivos ao escândalo de emissões da Volkswagen (VW).
Alto responsável da Porsche detido em escândalo VW
Reuters
Pedro Curvelo 20 de abril de 2018 às 16:00

Na sequência de buscas realizadas esta semana nos escritórios da Porsche, as autoridades detiveram Joerg Kerner, responsável pela divisão de motores da marca de desportivos. A Porsche integra o grupo Volkswagen (VW).

As buscas desta semana, que envolveram 160 agentes da polícia e 30 elementos do Ministério Público alemão, alargaram a dimensão do escândalo, revelado há quase três anos nos EUA, em que a Volkswagen falsificou dados das emissões de dióxido de carbono nos seus automóveis a diesel.

O também chamado "Dieselgate" custou à Volkswagen mais de 25 mil milhões de dólares (20.218 milhões de euros, ao câmbio actual) em multas, indemnizações e custas legais.

A fabricante alemã admitiu ter adulterado os resultados dos testes de emissões em 11 milhões de veículos a gasóleo em todo o mundo.

Os procuradores terão ordenado a detenção de Joerg Kerner por considerarem que existia o perigo de fuga, indica a Reuters, citando fontes próximas do processo.

As mesmas fontes referem que a investigação por suspeita de fraude tem como alvos Kerner, Michael Steiner, membro da administração da Porsche e responsável pela investigação e desenvolvimento,  e um engenheiro que já não trabalha na empresa.

A detenção de Kerner foi noticiada em primeira mão pelo semanário alemão Bild am Sonntag.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI