Automóvel Autoeuropa tem ordenados entre 650 e 3.000 euros

Autoeuropa tem ordenados entre 650 e 3.000 euros

Comissão de Trabalhadores divulga os valores dos salários de técnicos e especializados e a média é de 1.340 euros. Números surgem após o comentário na SIC de Marques Mendes, que diz ao Negócios que se referia à Continental.
Autoeuropa tem ordenados entre 650 e 3.000 euros
João Carlos Malta 26 de setembro de 2013 às 00:03

Os trabalhadores da Autoeuropa têm um salário médio mensal de 1.340 euros. A Comissão de Trabalhadores (CT) da fábrica da Volkswagen tornou público, esta quarta-feira, o número em resposta ao valor de 1.800 euros que, recentemente, o comentador da SIC Marques Mendes avançou no seu espaço de comentário. No entanto, o ex-líder social- democrata diz que a referência não dizia respeito à unidade de Palmela.

 

Em declarações ao Negócios, Marques Mendes avançou que no comentário realizado a 14 de Setembro começou por falar de dois casos de sucesso nas exportações: a indústria do calçado e a Continental Mabor. No seguimento desse elogio, o comentador relata que a referência aos salários que fez era sobre a Continental e não sobre a Autoeuropa. "Se, por lapso, referi a Autoeuropa, trata-se disso mesmo, um lapso. E quem estava a ver o programa percebeu-o", explica.

 

Marques Mendes diz que se informou com um responsável da Continental, e que nem sabe "os números da Autoeuropa".

 

Contactado pelo Negócios, António Chora mantém o que escreveu no comunicado e não se contenta com as explicações de Marques Mendes. "Ele fala claramente da Autoeuropa, das suas condições de trabalho e das benesses da empresa", avança. "Aliás, se fosse à Continental que se estivesse a referir ainda era pior, porque sabemos que o vencimento médio deles é mais baixo do que o nosso. É de cerca de 800 euros", reforça.

 

Ao assistir ao vídeo da SIC, no seu sítio online, verifica-se que Marques Mendes começa a falar da Continental Mabor e dos 800 milhões de euros que exporta, mas depois diz: "O dado mais importante, e que eu não sabia, é que o salário médio na Autoeuropa é de 1.800 euros. Os trabalhadores recebem em média 15 meses, e um prémio de produtividade". Mendes parte deste exemplo para sustentar que a política salarial não pode ser de remunerações baixas.

 

Salários repartidos por 14 meses

 

A CT, liderada por António Chora, desmentiu em comunicado a interpretação que fez das palavras do comentador e referiu que o vencimento na unidade a Volkswagen não chega aos 1.800 euros. "O salário médio dos técnicos é de 1.200 euros, e o geral, tendo em conta os especialistas, é de 1.340 euros brutos", lê-se na nota enviada pelo CT. Chora afirma ao Negócios que o salário dos técnicos começa nos 650 euros e tem um topo de cerca de 1.500 euros, e o dos especializados começa nos 1.500 e vai até aos 3.000 euros.

 

Os trabalhadores sublinham que há ainda outro erro no comentário de Marques Mendes. "O número de pagamentos é [repartido em] 14 meses e aquilo a que o comentador decidiu chamar de 15º mês, mais não é do que o pagamento de 'down days' (dias de paragem da fábrica) quando estão positivos, e que foram conquistados à custa de dois anos sem aumentos salariais (2003 a 2005)".




Marketing Automation certified by E-GOI