Automóvel CEO da FCA sucede a Carlos Tavares como presidente de associação europeia

CEO da FCA sucede a Carlos Tavares como presidente de associação europeia

O CEO da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), Michael Manley, vai suceder ao português Carlos Tavares, líder do grupo PSA, como presidente da Associação dos Construtores Europeus de Automóveis (ACEA) a partir de 1 de janeiro.
CEO da FCA sucede a Carlos Tavares como presidente de associação europeia
Pedro Curvelo 13 de dezembro de 2019 às 18:12
Michael Manley, CEO do grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA), foi eleito pelo conselho de diretores da Associação dos Construtores Europeus de Automóveis (ACEA) para presidir à instituição a partir de janeiro do próximo ano, indicou esta sexta-feira a associação que reúne os principais fabricantes automóveis presentes no mercado europeu.

Manley sucede ao português Carlos Tavares, CEO do grupo PSA (Peugeot, Citroën e Opel), que presidiu à associação nos dois últimos anos.

Os mandatos dos presidentes da ACEA têm a duração de um ano.

A associação definiu como prioridades para o próximo ano o desenvolvimento de um caminho para a transição para a neutralidade carbónica no transporte rodoviários, mantendo a sustentabilidade e viabilidade económica do setor automóvel europeu.

"Como indústria queremos liderar a transformação da mobilidade de uma forma que coloque o consumidor em primeiro lugar mas que nos permita manter a resiliência e competitividade em termos globais", referiu Michael Manley, citado no comunicado da ACEA.

A FCA e a PSA encontram-se em negociações para uma fusão que dará origem ao quarto maior grupo automóvel mundial. A nova empresa será liderada por Carlos Tavares.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI