Automóvel Daimler abre investigação interna sobre emissões dos seus veículos

Daimler abre investigação interna sobre emissões dos seus veículos

As autoridades norte-americanas pediram à alemã Daimler para abrir uma investigação sobre as emissões poluentes dos seus veículos. Os escritórios do Gupo PSA foram alvo de buscas pelo governo francês.
A carregar o vídeo ...
Negócios 22 de abril de 2016 às 13:07

A alemã Daimler avançou com uma investigação interna sobre a certificação das emissões poluentes dos seus carros nos Estados Unidos a pedido das autoridades norte-americanas.

Em comunicado citado pela imprensa internacional, a fabricante garante que está "a cooperar com as autoridades dos EUA" e que "adoptará todas as medidas necessárias caso sejam descobertas irregularidades".

O pedido, feito no dia 15 de Abril pelo departamento de Justiça dos EUA, acontece depois do polémico envolvimento da alemã Volksvagen na manipulação de emissões poluentes, denunciado em Setembro do ano passado nos Estados Unidos.

Ao contrário da VW, a investigação da Daimler não vai incidir apenas nos carros a gasóleo, mas na certificação de emissão poluentes de todos os veículos.

Em Fevereiro a agência de protecção do ambiente dos EUA (EPA) já tinha anunciado a abertura de uma investigação preliminar sobre as emissões de alguns veículos da marca Mercedes-Benz, que pertence ao grupo Daimler.

Escritórios do Gupo PSA alvo de buscas

Esta sexta-feira a Bloomberg também avançou que as autoridades francesas fizeram buscas em várias instalações do Grupo PSA - fabricante Peugeot/Citroën -, em França, como parte de uma investigação mais alargada sobre as emissões de veículos.

Em causa estarão anomalias nos testes de emissões de óxido de nitrogénio em três veículos a diesel, segundo a Bloomberg. A fabricante alemã sublinhou que está a cooperar com as autoridades. No entanto, um porta-voz da empresa confessou à Bloomberg que estes desenvolvimentos foram totalmente inesperados.

Os títulos da Daimler afundam 5,75% para 62,71 euros, enquanto os da Peugeot recuam 2,34% para 13,77 euros, às 13:05. As quedas são generalizadas aos papéis dos fabricantes europeus de automóveis numa altura em que o Governo alemão anunciou a recolha de 630 mil carros na Europa das marcas Audi, Mercedes, Opel, Porsche e Volkswagen devido a alegadas irregularidades nos níveis de emissões de gases nocivos. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI