Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Amorim SGPS encaixa 2,8 milhões com saída do BPI

A Amorim – Sociedade Gestora de Participações Sociais vendeu as 1,96 milhões de acções que detinha no BPI, deixando de ter uma posição no banco liderado por Pablo Forero.

Pedro Simões
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 27 de Julho de 2018 às 20:09
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A Amorim – Sociedade Gestora de Participações Sociais vendeu no dia 25 de Julho a sua posição de 1.961.512 acções no BPI, anunciou a empresa em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

 

A transacção, realizada no mercado contínuo da Euronext Lisbon, foi feita pelo valor de 1,45 euros por acção, o que significa que a Amorim encaixou 2.844.192,4 euros com a venda.

 

No mesmo comunicado, a empresa diz que, após estas transacções, a Amorim – Sociedade Gestora de Participações Sociais e a sua administradora Cristina Rios de Amorim Baptista deixaram de ter qualquer participação no BPI.

 

Recorde-se que o CaixaBank tem estado a reforçar no BPI, tendo decidido a retirada de bolsa do banco português - mas aguardando ainda pela aprovação da CMVM relativamente ao preço oferecido.

A Amorim vendeu ao preço (1,45 euros por acção) que a instituição financeira espanhola ofereceu no âmbito dessa operação de retirada de bolsa, mas alienando a sua posição antes da eventualidade de o CaixaBank avançar com uma aquisição potestativa.

O CaixaBank anunciou no passado dia 25 que já detém 94,641% do capital social e 94,650% dos direitos de voto no BPI.

 

No âmbito da compra do BPI pelo CaixaBank, o então CEO Fernando Ulrich passou a "chairman", substituindo Artur Santos Silva, e na presidência executiva passou a estar o espanhol Pablo Forero (na foto).

(notícia actualizada às 20:23)

Ver comentários
Saber mais Cristina Rios de Amorim Baptista BPI Fernando Ulrich Artur Santos Silva CaixaBank Pablo Forero Amorim
Mais lidas
Outras Notícias