Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Carlos Tavares regista marca do antigo Finibanco

O pedido de registo do BEM – Banco de Empresas Montepio, que vai substituir o atual Montepio Investimentos, já deu entrada no Instituto Nacional da Propriedade Industrial.

Rita Atalaia ritaatalaia@negocios.pt 31 de Janeiro de 2019 às 14:00
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...

BEM – Banco de Empresas Montepio. Este é o nome que se pode ler no pedido de registo que deu entrada este mês para substituir o atual Montepio Investimento, que ficou com a licença do Finibanco após a aquisição de 2010. Carlos Tavares dá assim mais um passo para transformar a instituição numa entidade dedicada à banca de empresas.

 

De acordo com o Instituto Nacional da Propriedade Industrial, o pedido de registo ocorreu a 21 de janeiro, sendo que o processo arrancou a 25 de janeiro. Aguarda agora a publicação formal deste pedido.

 

Esta alteração foi transmitida pelo presidente do Montepio, Carlos Tavares, num encontro com trabalhadores, avançou o Eco em dezembro. Segundo o jornal, o Banco de Empresas Montepio vai funcionar através de 21 centros de empresas, bem como dos balcões do banco.

 

Num comunicado enviado aos colaboradores, a que o Negócios teve acesso, o gestor referiu ainda que o BEM vai assegurar uma oferta integrada de serviços de banca comercial, banca de investimentos e apoio ao negócio internacional às empresas com faturação superior a 20 milhões de euros. 

 

Será nesta instituição que serão integradas as funções de direção de clientes, empresas e institucionais, assim como a rede de Centros de Empresas. Já as empresas com faturação inferior passarão a ser tratadas pela rede comercial do Banco Montepio. 

 

Esta alteração acontece ao mesmo tempo que o banco detido pela Associação Mutualista está a avançar com uma mudança à sua marca comercial, passando a designar-se Banco Montepio. Um processo que também está na fase final, aguardando ainda por uma resposta do instituto quanto ao pedido de registo.

 

"Cumpridos que foram os trâmites legais, estaremos em condições de lançar a nova marca comercial e a nova imagem do Banco, iniciando-se proximamente o processo de substituição dos elementos de identificação nos balcões, bem como de reformulação dos canais digitais", refere ainda Carlos Tavares no comunicado enviado aos colaboradores.

 

O BEM surge da reconversão do Montepio Investimento, que tem origem no Finibanco, que pertence ao Montepio desde 2010 por via da oferta pública de aquisição avaliada em 341,25 milhões de euros. Na altura, as carteiras de crédito e de depósitos dos clientes da banca de retalho daquela entidade foram integradas na Caixa Económica Montepio Geral, sendo que a entidade inicial – depois denominada Montepio Investimentos – ficou apenas com imóveis, resultantes de resoluções de crédito, e a área de locação financeira. A entidade detinha um activo de 277 milhões em 2016.

Ver comentários
Saber mais Montepio Carlos Tavares banca
Outras Notícias