Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CGD já aprovou mais de 48 mil moratórias no crédito

O banco liderado por Paulo Macedo aprovou mais de 48 mil moratórias no crédito, no montante de quase 7 mil milhões de euros. A CGD vai também lançar uma nova linha de crédito de 500 milhões de euros para as PME.

Tiago Sousa Dias
Rita Atalaia ritaatalaia@negocios.pt 31 de Julho de 2020 às 17:03
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Caixa Geral de Depósitos (CGD) já aprovou mais de 48 mil moratórias no crédito. Uma solução criada para apoiar as famílias e empresas mais penalizadas pelo impacto da pandemia na economia. 

Ao todo, foram aprovadas, 48.826 moratórias, ou seja, o correspondente a 17% do total da carteira de crédito, de acordo com os números divulgados esta sexta-feira pelo banco liderado por Paulo Macedo, no dia em que revelou uma queda dos lucros de 41% no primeiro semestre do ano.

Deste total, 36.604 foram concedidas a particulares, enquanto as restantes 12.222 foram aprovadas junto das empresas. 

Foi em março que o Governo aprovou a moratórias legal para dar mais tempo às famílias e empresas para pagarem as suas dívidas junto das instituições financerias. Uma solução que foi prolongada até março do próximo ano, passando a incluir mais créditos e mais clientes.

Linha de 500 milhões para PME
Quanto às linhas de crédito covid-19, a CGD já aprovou 8.805 operações, num total de 1.266 milhões de euros. Já as outras linhas de crédito totalizam 5.171 milhões de euros. 

Durante a apresentação de resultados, Paulo Macedo anunciou ainda que a Caixa vai lançar uma linha de crédito para pequenas e médias empresas (PME) no valor de 500 milhões de euros. Este montante vai ser concedido "nos moldes em que a Caixa deve conceder crédito", referiu o CEO da Caixa, notando que os spreads vão ter um "valor bastante mais baixo" em relação às outras linhas, dependendo do risco dos clientes. 

(Notícia atualizada.)
Ver comentários
Saber mais CGD Paulo Macedo banca
Mais lidas
Outras Notícias