Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mais de 500 mil famílias receberam moratória no crédito

Os bancos concederam moratórias no crédito a mais de 700 mil contratos, sendo que 70% dizem respeito a moratórias pedidas por famílias.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 11 de Agosto de 2020 às 16:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

Os dados revelados esta terça-feira pelo Banco de Portugal mostram que os pedidos de adesão a moratórias de crédito que foram efetuados entre o final de março e 30 de junho abrangeram 841.856 contratos.

Destes pedidos, os bancos aplicaram as medidas de apoio previstas nas moratórias a 741.623 empréstimos (os restantes 100 mil foram recusados ou estão ainda a ser apreciados).

Deste total, os contratos de crédito celebrados com as famílias representavam 70% das operações de crédito que beneficiaram das moratórias, o que representa um total de 519.173 contratos. Os restantes 222.450 contratos de crédito alvo de moratórias foram celebrados com empresas, empresários em nome individual (ENI) e outros.

Dentro do segmento das famílias foram 322.709 os contratos de crédito à habitação que foram alvo de moratória, o que representa 40% do total. No crédito ao consumo foram quase 200 mil contratos (26% do total).

Este valor pode ainda aumentar uma vez que o prazo para aderir às moratórias foi adiado até 30 de setembro.   O Banco de Portugal não revela os montantes envolvidos nestes créditos que já foram alvo de moratória.

Foi em março que o Governo anunciou uma moratória legal para apoiar as famílias e empresas mais penalizadas pela pandemia. Uma solução que permite o adiamento das prestações do crédito por um prazo de seis meses, ou seja, no máximo até março do próximo ano.

Além do recente prolongamento do prazo, as condições de acesso também foram alargadas, passando a incluir mais clientes e mais créditos.


Ver comentários
Saber mais Banco de Portugal moratórias crédito
Mais lidas
Outras Notícias