Banca & Finanças Financiamento do BCE à banca portuguesa em máximos de Junho

Financiamento do BCE à banca portuguesa em máximos de Junho

A dependência da banca portuguesa aumentou mil milhões de euros no mês de Fevereiro.
Financiamento do BCE à banca portuguesa em máximos de Junho
Reuters
Nuno Carregueiro 11 de abril de 2017 às 12:16

O financiamento da banca portuguesa junto do Banco Central Europeu aumentou para 23,719 mil milhões de euros em Fevereiro, o que corresponde ao valor mais elevado desde Junho do ano passado.

 

Os dados revelados esta terça-feira, 11 de Abril, pelo Banco de Portugal, mostram que só no mês de Fevereiro o aumento da dependência da banca portuguesa face ao BCE reforçou-se em mil milhões de euros.

 

Ainda assim o financiamento está abaixo do registado no mesmo mês do ano passado (atingiu 25,9 mil milhões de euros em Fevereiro de 2016) e ainda distante do anterior máximo, de 24,792 mil milhões de euros em Junho do ano passado.

 

Em Janeiro o financiamento à banca portuguesa pelo BCE, liderado por Mario Draghi (na foto), tinha descido mais de 200 milhões de euros.

 

O pico mais elevado da dependência da banca nacional junto do BCE foi atingido em Junho de 2012, com o financiamento dos bancos portugueses a ascender aos 60,5 mil milhões. Nesta altura, marcada pelo resgate financeiro de Portugal, os mercados fecharam-se para as empresas nacionais. E, assim, a banca, assim como a generalidade das empresas portuguesas, deixou de se conseguir financiar no mercado internacional. A única alternativa era recorrer ao BCE, o que foi feito.

 

Os empréstimos concedidos pelo BCE à banca nacional só desceram do patamar dos 40 mil milhões de euros em Junho de 2014, tendo continuado a recuar progressivamente. Desde Janeiro de 2015, que o saldo do financiamento dos bancos portugueses se encontra na casa dos 20 mil milhões.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI